Aplicativos para viajar: +77 apps de consumo colaborativo para viajar

aplicativos-para-viajar

Aplicativos para viajar de economia colaborativa, que deixam sua viagem barata e melhor

Vai viajar e está buscando aplicativos para viagem que melhorem sua experiência e ainda deixam a viagem mais barata? Então esse é o artigo para você!

Estamos vivenciando uma mudança nos hábitos de consumo que vêm revolucionando o mundo. Tratam-se das diversas ideias e empresas que estão apostando no consumo compartilhado e economia colaborativa, ou economia compartilhada, como modelo de negócios e obtendo sucesso, enquanto chacoalham diferentes mercados historicamente monopolizados, onde o consumidor está acostumado a ser refém.

Hoje o Instinto Viajante mostra mais de 75 sites e aplicativos para viajar que aplicam o conceito, e deixam sua viagem barata e melhor.

aplicativos-para-viajar

Aplicativos para viajar melhoram sua experiência de viagem e a deixa mais barata. Foto: incatrail.info

A economia colaborativa ou compartilhada através dos aplicativos para viajar

economia colaborativa, ou economia compartilhada, funciona quando pessoas ou empresas descentralizam seus negócios e mercados, enquanto utilizam modelos de negócios baseados principalmente na prestação de serviços compartilhados peer-to-peer (pessoa-para-pessoa), conhecido também como consumo colaborativo.

Basicamente é consumir em conjunto, hospedagens, veículos, alimentos, e outros serviços, barateando os custos e deixando que os próprios consumidores prestem serviços para outros consumidores. Ou seja, os mesmos serviços são oferecidos de maneira mais eficiente e/ou mais barata (ou até gratuita). Esses serviços, normalmente, são contratados por sites e aplicativos de viagens.

Veja a seguir mais de 75 aplicativos de economia colaborativa para viajar bem e barato.

Ajude o Instinto Viajante a se manter no ar =) Clique aqui e doe quanto quiser. Obrigado!

seta-instinto-viajante Hospedagem (12 apps)

Troca de hospedagens gratuitas (3 apps) – O CouchSurfing é a maior rede de intercâmbio cultural e trocas de hospedagens gratuitas do mundo com mais de 1 milhão de membros espalhados por mais de 180 países. O site é um pioneiro entre as hospedagens colaborativas e muito difundido entre mochileiros que viajam com pouco ou sem dinheiro. No CouchSurfing, as pessoas se conhecem, trocam informações sobre lugares e viagens, e podem oferecer/buscar hospedagem gratuita para viajantes. O Nightswapping oferece serviço parecido.

→ Veja também: Dicas de como usar o Couchsurfing

Warm Showers é parecido com o CouchSurfing, mas voltado para cicloviajantes – viajantes em bicicletas. Oferece hospedagens gratuitas e outros tipos de ajudas, como alimentação e lugares para consertar as bicicletas quando necessário.

Alternativa ao hotel ou pousada (5 apps) – O Airbnb substitui o hotel, sendo uma opção mais econômica e interessante para se hospedar durante a viagem ou oferecer sua casa para um viajante. O site/aplicativo propõe aos turistas que se hospedem na casa de pessoas comuns, unindo viajantes com donos de casa que oferecem quartos privados e a casa a preços muito mais baixos que hotéis. É uma excelente ferramenta de viagem internacional e, após cadastrar, você pode convidar amigos para ganhar créditos na plataforma.

Wimdu faz o mesmo que o Airbnb, mas tem ganhado mais mercado em se tratando de Europa, portanto se você vai ao velho continente vale a pena cadastrar no site.

Há ainda, o GuestToGuest, GoCambio, e o Troca Casa, que fazem basicamente o mesmo que os anteriores.

Hospedagem para animais (4 apps) – O DogHero é uma alternativa ao serviço de hospedagem dos petshops, juntando pessoas dispostas a cuidar do seu animal enquanto você estiver fora. O PetHubDogVacay, e o Gudog fazem o mesmo.

→ Veja também: Como viajar sem pagar hospedagem

seta-instinto-viajante Transporte (17 apps)

Alternativa ao táxi (3 apps) – O Uber talvez seja o aplicativo mais famoso dentre os transportes colaborativos. Trata-se de uma alternativa aos altos preços de táxi do mundo inteiro. O Uber permite que pessoas comuns dirijam como taxistas nas horas vagas, cobrando bem menos e oferecendo um serviço mais amigável. O Lyft oferece serviço similar.

Há também o BoraJunto Táxi, que une pessoas que desejam dividir a corrida de táxi.

Alternativa ao aluguel de veículos (7 apps) – O Fleety é a primeira rede de carsharing (compartilhamento de carros) do Brasil, fazendo o mesmo que o Airbnb, mas para aluguel de carros. Une pessoas buscando e/ou oferecendo carros para alugar. Como ele há o PegCar, Zazcar, TuroZipcar, e o Get around.

O Social Boats une pessoas oferecendo e buscando barcos para alugar no mundo inteiro. Nós também mostramos no artigo como viajar de carona em veleiros, alguns sites que juntam donos de barcos e caroneiros.

Alternativa ao ônibus (4 apps) – Para a galera que deseja uma carona ou compartilhar bancos em viagens, existem vários sites, dentre eles: BlaBlaCarZaznuBeepMeZumpy.

Dividir cabines em trens (1 app) – Há também o Compartir Tren Mesa AVE, site e grupo no Facebook que une pessoas do mundo inteiro que irão viajar de trem e desejam compartilhar os gastos das cabines, que geralmente possuem quatro lugares.

Alternativa ao estacionamento (2 apps) – O Parquo é uma rede de pessoas buscando e oferecendo garagens no mundo inteiro a preços mais baixos. Há também o ezPark.

→ Veja também: Como chegar barato em qualquer lugar do mundo

seta-instinto-viajante Mapas e segurança (3 apps)

Mapa e GPS (1 app) – O Waze é o mapa colaborativo mais famoso do mundo, com GPS que mostra as melhores rotas e informações sobre o trânsito e problemas no percurso deixados pelos motoristas que passam.

Lugares perigosos (1 app) – O Onde Fui Roubado é uma plataforma colaborativa que monta a mancha criminal da cidade, ajudando outras pessoas a se manterem alertas, e sabendo os lugares com ocorrências de crimes.

Serviços de bicicleta (1 app) – O Bikeit é um mapa colaborativo, onde os usuários apontam estabelecimentos de produtos e serviços que são acolhedores e simpáticos aos usuários de bike, em várias cidades.

seta-instinto-viajante Alimentação (7 apps)

Companhia para comer (1 app) – O Crushing Table é um aplicativo que une pessoas buscando companhia para almoçar, jantar, etc, em qualquer lugar do mundo.

Alternativa aos restaurantes (6 apps) – O Dinner junta pessoas que gostam de cozinhar com pessoas que buscam uma refeição. É interessante por trocar restaurantes por casas de pessoas. Uma espécie de Airbnb de comida, disponível em mais de 25 países. Outros que fazem o mesmo: Eath WithFeastlyMeal SharingChefly, e Home Bistro.

Também relacionado a gastronomia está o grupo no Facebook, Grub Club.

→ Veja também: Como economizar com alimentação em viagens

seta-instinto-viajante Outros serviços colaborativos (38 apps)

Trabalho por hospedagem e refeições (6 apps) – O Workaway une pessoas que oferecem diversas habilidades com estabelecimentos que procuram por ajudantes, em troca de estada e/ou refeições. Outros sites similares: GigoingWorldpackersHelp XWWOOF Internacional & WWOOF BrasilAny Work Any Where.

Serviços crowdsourcing / terceirização coletiva (11 apps) – Para quem quer oferecer ou busca serviços profissionais, há o GetNinjasTrampos.coComunicaGeralNearJob (antigo Freela.com.br), Busca FreelaProlancerFreelance Web designer99 DesignsBougue, e DesignCrowd, sites que reúnem diferentes tipos de profissionais freelancers. O TaskRabbit também une pessoas que buscam e oferecem serviços.

Bolsas de tempo (2 apps) – O TimeRepublik é uma ideia muito interessante, pois trata-se de uma plataforma onde as pessoas se ajudam, prestando serviços em troca de tempo, ao invés de dinheiro, com uma moeda que só vale no site. O Bliive é parecido.

Comprar e vender objetos (4 apps) – Para vender seus objetos e viajar, ou comprar equipamentos há diversos sites e aplicativos classificados. Alguns dos mais famosos: Mercado Livre, Olx, Ebay, e Enjoei.

Compras no exterior (2 apps) – O Cabe na Mala junta viajantes e pessoas que querem trazer produtos de outros países. O Stuff in Bag faz o mesmo, mas mais focado no Japão.

Aluguel de objetos para prática de esportes (1 app) – O Spinlister é uma rede para que praticantes de esportes do mundo inteiro possam oferecer seus objetos para alugar e/ou alugar o que precisa. Dentre eles estão, bicicletas, esquis, pranchas de surfe, snowboard e pranchas de SUPs.

Aluguéis em geral (2 apps) – O Rent For All e o Alooga são sites mais amplos, unindo pessoas que buscam e oferecem variados produtos para aluguel.

Serviços de guias, roteiros, e companhia para viajar (7 apps) – O +Asas e o Rent a Local Friend, unem anfitriões locais com viajantes, para conhecerem melhor as cidades no mundo inteiro. Outro serviço de roteiros é o Home City Home.

Há ainda o KekantoFoursquare, Yelp, e o Minute, mapas colaborativos com recomendações e feedbacks de pessoas que visitaram estabelecimentos em diversas cidades do mundo.

Outras redes de compartilhamento bastante interessantes envolvem temas ainda mais sociais, como o Repair Café, que existe no mundo inteiro, e luta contra a obsolescência programada de itens em geral, juntando pessoas em mutirões para consertar objetos defeituosos entre si.

Garupa é um crowdfunding (modalidade que junta recursos para alguma iniciativa) para o Turismo Sustentável, juntando organizações e pessoas que tenham projetos de turismo sustentável no Brasil a viajantes dispostos a divulgar e financiar experiências de viagem mais responsáveis.

O Craigslist é um fórum onde é possível encontrar de tudo coletivamente, desde hospedagens, trabalhos, iniciativas voluntárias, doações, etc.

Recentemente, foi inaugurado, na Dinamarca, o WeFood, um supermercado que só vende produtos fora do prazo de validade, a preços mais baixos, e evita desperdícios. Além disso há milhares de pessoas aderindo as hortas comunitárias, principalmente em terrenos baldios de espaços urbanos.

→ Veja também: Como viajar barato pelo mundo (guia completo!)

seta-instinto-viajante Mas eu posso confiar nestes serviços?

Contudo, muitas pessoas ainda não confiam neste tipo de serviço por se tratar de pessoas desconhecidas prestando serviços. Acontece que os aplicativos para viajar possuem dois grandes aliados neste quesito.

O primeiro deles é que as pessoas que participam destas redes costumam ter mais consciência e boa fé do que as próprias empresas grandes que nos prestam serviços. O segundo, e ainda mais importante, é que – em geral – as redes são baseadas em feedbacks, avaliações reais deixadas por outras pessoas que usam os apps de viagem, que alertam para experiências ruins.

Portanto, eu confio em todos estes serviços e acredito que são uma tendência mundial muito positiva, principalmente para viajantes que querem viajar bem e barato.

seta-instinto-viajante Conclusão

Uma pesquisa recente da Nielsen, em mais de 50 países, revelou que, a cada três pessoas, duas desejam compartilhar ou alugar seus bens pessoais.

Portanto, ainda que não se trate de um movimento internacional de economia solidária, pois as ofertas de serviços e comercializações ainda não são independentes de grandes corporações, e baseados apenas na democracia e cooperação, ou seja, autogestionadas, já é um grande passo nessa linda direção. Para o dia em que não haverá a necessidade de patrões e empregados, pois todos trabalharão sem hierarquia e com um único objetivo: o bem estar comum do ser humano e da natureza ao redor.

Leia mais sobre o assunto em Consumo Colaborativo e veja mais sites e aplicativos para viajar aqui.

Obrigado pela leitura e boa viagem!

Gostou do artigo? Então ajude o Instinto Viajante a se manter no ar =) Clique aqui e doe quanto quiser. Obrigado!

Fonte do conceito de economia colaborativa: entendendo a economia colaborativa e economia compartilhada

Se esse artigo lhe ajudou pode ajudar outros viajantes. Compartilhe =)

seta-instinto-viajante Mais dicas para economizar viajando

Viaje com o melhor seguro viagem internacional: World Nomads (link afiliado)

Você conhece outro aplicativo de viagem e sites de consumo colaborativo para viajar bem e barato? Conta pra gente nos comentários!

Foto cabeçalho apps para viajar: Digital Trends

Curta Instinto Viajante no Facebook e siga-nos pelo Instagram


« | »

Sobre