50 simples dicas de como economizar dinheiro para viajar pelo mundo

como-economizar-dinheiro-para-viajar

Como economizar dinheiro para viajar pelo mundo

“Money, get away...”. Pois é, ao som de Pink Floyd, começamos este artigo sobre como economizar dinheiro para viajar pelo mundo, mesmo ganhando pouco, e sem precisar mudar de emprego para isso.

Instinto Viajante já ensinou como viajar sem dinheiro, e hoje traz 50 simples dicas de como juntar dinheiro em um ano para viajar, de forma simples e eficiente. Fique tranquilo (a), por que esse post é objetivo e sem encher linguiça para fazer número – são 50 dicas de verdade!

Eu não sou de uma família rica (bem longe disso), então usei a criatividade e controle para diminuir meus gastos e poder viver viajando. Veja como se preparar e poupar dinheiro para viajar pelo mundo e outras dicas que aprendi mochilando e que ajudarão a planejar sua viagem internacional ou largar tudo para viajar.

Sabemos que nem todas as dicas servirão para todas as pessoas, mas com tantas dicas, você certamente encontrará um bom número de conselhos que se encaixam em sua realidade financeira. Obrigado pela atenção e boa viagem!

como-economizar-dinheiro-para-viajar

De trocado em trocado economizamos muito dinheiro para viajar! Foto: pixabay.com

Como economizar dinheiro para viajar (em apenas 1 ano ou menos)

Este post está dividido por temas, com dicas poderosas de como poupar dinheiro para viajar pelo mundo. Ele não traz uma fórmula mágica para juntar dinheiro para viajar (isso não existe), mas sim dará ideias simples que podem ser aplicadas em seu dia a dia, sem sofrimento, e, em pouco tempo, garantir uma boa quantia de dinheiro para viajar. Você precisará apenas de foco em seu objetivo: viajar pelo mundo.

Você pode conferir todas as dicas de como poupar para viajar ou navegar por categoria, clicando nos tópicos. Obrigado pela visita e boa viagem!

Esse artigo faz parte da nossa série Guia definitivo viajando barato pelo mundo – Instinto Viajante

como-economizar-dinheiro-para-viajar

Ta esperando o que para economizar para a próxima viagem? Foto: pixabay.com

seta-instinto-viajante Pra onde vai meu dinheiro?

Muitas pessoas chegam ao fim do mês sem dinheiro e não tem ideia de onde gastaram todo salário. Você se identifica? (risos). Pois é, isso é ruim e não te ajuda a economizar para viajar. Sou economista, e te garanto que o primeiro passo, e o mais importante, é: saber para onde está indo seu dinheiro.

Portanto, a primeira dica da lista é:

1. Crie uma planilha de gastos no excel

Em apenas 3 meses você já conseguirá enxergar bem o que são custos rotineiros, custos eventuais, e onde você mais gasta dinheiro. Percebendo isso você poderá fazer uma análise do seu orçamento e começar a definir prioridades, cortando gastos desnecessários, e economizando para viajar, sem precisar fazer loucuras ou conseguir outro emprego.

A planilha de gastos diários deu muito certo comigo quando comecei a organizar minhas contas para largar tudo e viajar sem dívidas. Mas é muito importante alimentar a planilha diariamente, ou pequenos gastos serão esquecidos. Saiba mais e baixe uma planilha financeira aqui.

2. Abra uma conta poupança

Outra dica primordial é abrir uma caderneta de poupança. A conta pode ser aberta em qualquer banco gratuitamente e fará com que suas economias rendam um pouco, enquanto você economiza para viajar. Render pouco é muito melhor do que não render nada e ainda sofrer com a inflação.

seta-instinto-viajante Como economizar dinheiro para viajar | Alimentação

3. Troque seu vale refeição por vale alimentação

Se seu trabalho oferece estes benefícios e o direito de escolher, opte pelo vale alimentação, pois o vale refeição induz você a comer na rua e gastar muito mais. Ao trocar, você sentirá mais no bolso ao gastar comendo fora e reduzirá essa despesa com mais facilidade. Também é melhor do que vender seu vale, que, inclusive, é uma prática irregular.

4. Coma em casa ou leve sua comida

Tome café, almoce e jante em casa, ou leve sua refeição e/ou lanches para o trabalho. Isso fará você economizar muito para viajar.

Uma pessoa que vive em uma cidade grande e trabalha fora, gasta, em média (considerando 20 dias úteis por mês):

  • R$ 8 (café da manhã) + R$ 15-20 (almoço) + R$ 5 (lanche ou café)
  • = R$ 28-32/dia
  • = R$ 560-640/mês
  • = R$ 6.720-7.920/ano

O mesmo serve para os programas de casais. Se você tem um (a) companheiro (a), troque as saídas para jantar fora por experimentos em sua casa. Cozinhar junto aumentará o laço entre vocês e te ajudará a economizar para a viagem.

Se você possui pouco tempo durante a semana, considere preparar uma quantidade grande de comida no final de semana e congelar. Durante a semana descongele e acrescente coisas rápidas para a refeição ficar mais fresca.

5. Ao comer fora, peça para viagem

Se você realmente precisa comer fora, opte por comidas comidas para levar, que, normalmente, são fartas e mais baratas. Você poderá sentar e comer numa pracinha ou na copa da empresa. Se você come pouco, self-service é uma opção.

6. Corte o refrigerante, a sobremesa e/ou o cafezinho

Ao comer na rua, experimente cortar ao menos o refrigerante e a sobremesa no almoço (sua saúde física e financeira agradecerão) e/ou o cafezinho da tarde, ou ao sair do trabalho. Eu também achava ruim almoçar sem beber nada, mas acostumei muito rápido, nos adaptamos. A sobremesa, caso você não consiga cortar, pode ser substituída por um doce pequeno e barato.

Custo médio em cidades grandes (considerando 20 dias úteis por mês):

  • R$ 2-3 (cafezinho) | R$ 3-5 (refrigerante ou suco) | R$ 4-7 (sobremesa)
  • = R$ 40-60 (cafezinho/mês) | R$ 60-100 (refrigerante ou suco/mês) | R$ 80-140 (sobremesa/mês)
  • = R$ 480-720 (cafezinho/ano) | R$ 720-1.200 (refrigerante ou suco/ano) | R$ 960-1.680 (sobremesa/ano)

7. Coma menos carne

Eu ainda não conheci um país onde a carne seja mais barata que legumes, verduras, vegetais e frutas. Faça essa mudança alimentar e você estará melhor alimentado, mais saudável, e economizará mais dinheiro para viajar. Conheci dezenas de viajantes que se tornaram vegetarianos para economizar viajando.

8. Estude sua lista de supermercado mensal

Reveja sua lista de compras mensais no supermercado e veja o que pode ser cortado ou substituído por outros produtos. O que puder comprar em varejo, compre, e lembre-se de dar uma chance às marcas menos famosas.

9. Tenha sempre lanche e água

Como mencionamos no artigo 62 dicas para economizar viajando, levar lanches, frutas, e uma garrafa d`água, ao sair para passear, evita consumos bobos do dia-a-dia e ajuda a poupar muito dinheiro para viajar.

10. Compare os preços dos supermercados e confira sua nota fiscal

Pesquise os preços e escolha os produtos mais baratos em cada mercado. Sim, dá trabalho, mas te ajudará muito a economizar para viajar. Há mercados em que vale a pena cadastrar-se como cliente e receber descontos, procure saber.

Esteja atento ao preço da prateleira com o preço na hora de pagar, pois como mostra essa matéria da Globo é muito comum haver diferença, deixando suas compras bem mais caras, sem que você perceba.

11. Esteja atento aos dias de promoções dos supermercados

É muito comum que supermercados tenham um dia mais barato para frutas, outro para verduras, outro para carnes, etc. Saiba comprar nestes dias, e isso irá render bons descontos, diminuindo seu orçamento mensal.

12. Compre na feira

Compre frutas, legumes, temperos e verduras em feiras. Os produtos costumam ser mais baratos, frescos e dá sempre para pedir descontos para os feirantes.

13. Faça uma horta

Você também pode ir além, e fazer uma hortinha na sua casa, economizando ainda mais dinheiro com hortaliças e temperos. O canal no YouTube do Isaac Horta em Apartamento, bem como sua página no Facebook, ensinam dicas práticas e simples para fazer uma horta mesmo em espaços muito pequenos. E o Google possui uma infinidade de sites sobre o tema.

seta-instinto-viajante Como economizar dinheiro para viajar | Despesas do dia a dia

14. Volte a morar com seus pais ou divida a casa com alguém

Se você mora sozinho (a), e tiver essa possibilidade, volte a morar com seus pais. Se não for possível, tente encontrar uma pessoas para dividir a casa e os custos. Sites como o Easy Quarto podem te ajudar a conseguir uma pessoa para dividir as contas.

Você também pode tentar alugar sua casa para outros viajantes pelo Airbnb. Por fim, se nenhuma dessas opções te atende, considere mudar-se para um bairro mais barato.

15. Deixe o veículo na garagem ou venda-o

Se você tem moto ou carro, diminua sua utilização. Opte por ir caminhando, de bicicleta, skate, e afins, ou ônibus, para o trabalho e outros lugares. Eu nunca tive carro, mas sei que para muitas pessoas essa mudança pode parecer radical ou um regresso na vida, mas tudo é costume e adaptação, e garanto que essa será uma importante forma de economizar para viajar.

O carro é um filho em termos de custos, mas um filho que você pode se livrar, portanto, melhor ainda, será vende-lo e livrar-se dos custos de combustível, manutenção, seguro, IPVA, e estacionamento. E ainda conseguir mais dinheiro para viajar através da venda.

16. Ou… economize mesmo mantendo o veículo

Se não for possível livrar-se do veículo, mantenha as revisões de motor e outras peças em dia, bem como os pneus cheios, em pressão adequada. Considere mudar o combustível para gás, economizando muito com deslocamento e obtendo descontos no IPVA.

Em longas viagens, tenha em conta que vidros abertos podem gastar mais que ar condicionado ligado, devido a resistência do ar. Evite também paradas bruscas e arranques.

17. Luxos do dia-a-dia e contas básicas

Diminua, renegocie ou corte seus luxos do dia a dia. Isso inclui: telefone fixo e móvel (uma opção é optar por um plano mais barato), internet, TV a cabo, ingressos para cinema, teatro e eventos esportivos (eu gastava muito dinheiro com jogos do Botafogo), carteiras de sócios em clubes, etc. Se esforce para diminuir a luz (mude as lâmpadas para fluorescentes ou leds), gás, e gastos como táxis e gasolina. Aparelhos ligados em stand-by aumentam o valor da conta de luz em até 20%.

Ao dizer que vai cancelar um serviço, muitas empresas dão ótimos descontos, o mesmo ocorre para portabilidade, no caso de trocas de operadoras de serviços de TV, telefone e internet. Desligue o ar condicionado ou coloque-o no timer para desligar no meio da noite. Pare de abrir a geladeira para pensar.

Veja dicas de como reduzir o consumo de energia em casa

18. Faça você mesmo (a) ou pegue emprestado

Coloque suas coisas para consertar antes de pensar em substituir. Se possível, conserte por conta própria. Se precisar de algum item que não possui, não compre de imediato, tente conseguir emprestado com um (a) amigo (a) ou vizinho (a). Sites como o Tem açúcar?, que ajudam a unir pessoas que emprestam objetos entre si, podem ajudar, caso você não encontre nada entre amigos.

O mesmo serve para o fazer, faça suas coisas em casa. Hoje em dia é muito fácil encontrar como fazer coisas no Google e no YouTube.

19. Troque seu desodorante por leite de magnésia

Eu uso leite de magnésia ao invés de desodorante comum há mais de um ano, e foi a melhor substituição que fiz para economizar muito viajando. Essa mudança ajuda na sua saúde, no meio ambiente, e no seu bolso, por que leite de magnésia dura muito e é barato.

Para aplicar melhor, use uma embalagem de desodorante roll on como refil.

20. Mude suas diversões pagas por passeios a céu aberto

Troque o passeio no shopping, boliche, clubes, lanchonete, etc, por praias, cachoeiras, caminhadas, trilhas e trekking. Você curtirá lugares incríveis, conhecerá mais pessoas, praticará esportes, sem gastar quase nada.

21. Saia da academia

Se você paga para malhar, considere deixar a academia. Principalmente se você falta muito, ou se usa a academia apenas para para correr e exercícios aeróbicos, pois pode realiza-los na rua, praia, etc.

Lembre-se também, que se você pretende viajar, muito provavelmente não irá malhar na estrada, portanto seu esforço de agora e dinheiro investido poderá ser em vão, perdido em algum momento. Mude para um DVD ou vídeo aulas de cross fit, ou passe a correr na rua, calçadão, ou praia, por exemplo. Você irá economizar dinheiro para viajar e ainda deixará uma pegada menor de carbono no planeta.

22. Esqueça o salão de beleza

Na verdade você nunca precisou dele, pois a cultura da moda que faz com que as pessoas pensem que precisam dos salões de beleza. Faça seu cabelo, sobrancelhas, e unhas em casa. Se você for homem ou mulher, que raspa o cabelo com certa frequência – ao invés de ir na barbearia, compre uma máquina e corte o cabelo em casa.

23. Pare de comprar roupas e outras coisas

Evite consumir. Boicotar o consumo é um grande passo o para uma vida melhor, mais leve, e também para economizar dinheiro para viajar. Mas quando comprar for algo realmente necessário, compre pela internet, onde é melhor para pesquisar e os produtos costumam ser mais baratos. Ao comprar, pesquise pelo Buscapé, para comprar preços e ganhar descontos.

24. Compre produtos usados

Outra ótima opção na hora que precisar comprar, é aproveitar artigos de segunda mão. Sites como o OLX, Mercado Livre, Ebay, e grupos no Facebook, como o Classificados Mochileiros, são ótimos, tanto para comprar barato, quanto para vender os que você não usa, e conseguir mais dinheiro para viajar.

25. Se quiser comprar produtos novos opte por liquidações e saldões

Se você não abrir mão da compra de produtos novos, opte por liquidações e saldões (mas os de verdade, e não esses Black Friday de mentira, risos). São os que, normalmente, ocorrem após uma data comemorativa ou nas épocas de mudanças de estoque. Mas cuidado para não se empolgar por bons preços e consumir mais do que o necessário.

26. Ao comprar, junte e pague a vista

Ao fazer qualquer uma dessas compras, junte dinheiro e pague a vista. O tempo juntando fará com que os produtos estejam mais baratos ou melhores e você terá descontos por pagar à vista. Tente pagar contas anuais à vista também, como o IPTU e o IPVA, para ter os descontos. E peça descontos sempre! Lojas falam que não dão descontos, mas são obrigadas a da-los em pagamentos em dinheiro, pois o valor pago já possui embutidos os juros por pagamentos parcelados, mesmo quando dizem que trabalham com taxa 0 de juros.

Não se engane pelo valor absoluto, pense por percentual. Ex: um desconto de 10% em um produto de R$ 10,00 pode não parecer nada se você pensar que é apenas R$ 1,00. Mas, considerando que a poupança rende apenas 6% ao ano, esse desconto rende quase o dobro de uma poupança. E, é claro, de pouco em pouco, enchemos nosso cofrinho com mais dinheiro para viajar.

27. Esteja atento aos sites de compra coletiva, cupons de descontos, e consumo colaborativo

Lembra daquela cena da mãe do Chris chegando com muitos papéis para conseguir descontos em mercados, no seriado Todo mundo odeia o Chris? Pois bem, é isso!

Use sites de compras coletivas e cupons de desconto que oferecem algumas boas oportunidades para economizar, ao consumir coisas que necessitamos no dia a dia. Alguns deles são: Hotel UrbanoGrouponPeixe UrbanoCuponomia, Cuponeria.

→ Veja também: Aplicativos e sites de consumo colaborativo que te ajudam a gastar menos

28. Pare de dar presentes e dê presença para as pessoas queridas

Esteja mais presente pessoalmente ao lado de quem você gosta, principalmente por que você provavelmente passará um bom tempo viajando. Se ainda quiser dar presentes, faça você mesmo (a). Algo como lembranças artesanais e outras coisas criativas que são fáceis de achar na internet, são legais, originais e aumentam o valor sentimental do presente.

29. Esqueça os cursos de idiomas

Como mencionei no artigo 35 lições de vida mais valiosas que aprendi viajando, cursos de idiomas são um desperdício de dinheiro. Dê seus primeiros passos com o Duolingo, assista video aulas no YouTube, se achar muito necessário, mas não gaste rios de dinheiro em um curso. Você aprenderá tudo durante a viagem, pode confiar. E aprenderá melhor que em qualquer curso. Grave apenas saudações básicas e palavras para ser educado e pedir ajuda e seja feliz nas ruas.

30. Outros cursos

Para outros cursos que julgue necessário cursar, dê uma olhada no Cursos 24 horas. E, antes de pagar um curso de qualquer coisa, veja se há boas vídeo aulas no YouTube. Hoje em dia há ótimos conteúdos para aprender, online e grátis.

31. Corte ou diminua as noitadas (baladas)

Parece que não, mas grande parte dos orçamentos das pessoas são onerados por festas, bares, bebidas, cigarros, etc. Corte ou diminua suas festas. Pode ser doloroso, mas lhe garantirá mais dias viajando pelo mundo, sem precisar trabalhar.

32. E/ou… Troque as saídas por festinhas e reuniões em casa

Se você não quer deixar de fazer as sociais, faça-as em casa, compartilhando os gastos entre os (as) amigos (as). Vocês gastarão bem menos comprando comidas e bebidas em supermercados, e se divertirão bastante.

33. Troque viagens longas por viagens curtas

Próximo de casa sempre há algo para conhecer, nem sempre é preciso se deslocar mais de 200 KM para fazer uma viagem. Viaje para perto, conheça sua região. E quando for, busque os sites de compra coletiva, como o Hotel Urbano; hospede-se por Couchsurfing, Airbnb, ou camping; e veja sites de caronas e viagens compartilhadas.

34. Esqueça a moda e datas comemorativas

Ambos só servem para criar uma cadeia infinita de consumo e prejudicar suas chances de economizar para viajar. Páscoa, aniversário, natal, dia dos pais, dia das mães, dia do amigo, dia dos namorados, etc, atualmente se tornaram meras datas comerciais.

Isso também serve para seu casamento, você pode trocar sua festa de casamento e/ou lua de mel, para poder viajar mais. Certamente será uma economia grande de dinheiro e um ótimo investimento. Foi o que fez o casal Stella e Fernando, do blog de viagens, Felicidade pelo Mundo.

seta-instinto-viajante Dicas ninjas para economizar dinheiro rápido

35. Cancele cartões e peça isenções

Cancelar seus cartões é o melhor caminho, pois evita seu estímulo em gastar. Mas se você não quer cancelar ou não pode, ligue e peça isenção da taxa de manutenção, ou ao menos uma redução. Veja estratégias para não pagar anuidades de cartões.

36. Mude sua conta bancária para uma conta básica gratuita

No Brasil está definido pela Resolução 3.919/2010, estabelecida pelo Banco Central, que qualquer correntista tem direito a uma conta bancária na instituição de sua preferência, sem ter que pagar nada. Chama-se conta básica gratuita ou conta de serviços essenciais e, com ela, você deixará de perder dinheiro com taxas mensais de manutenção. Atente-se, pois muitos gerentes vão dizer que isso não existe, mas existe sim, e em qualquer banco. Leia mais.

37. Elimine os pequenos gastos com trocados

O “é só R$ 1,00…”, “é só R$ 2,00…” faz diferença na hora de poupar dinheiro para viajar. Meu segredo é multiplicar tudo por dez e ver quanto esse custo representa em dez meses, ou multiplicar por dias se for o caso. Você verá que gastos considerados pequenos fazem diferença em sua poupança. Ex: O Netflix é muito bom e barato, apenas R$ 17,00. Eu concordo que é um bom serviço, mas se você deseja economizar muito para viajar, esse custo representa uma economia de R$ 170,00 em apenas dez meses.

38. Tenha um cofre para moedas e trocos

Essa economia pequena do dia a dia que mencionei ai em cima pode ir direto pro seu cofrinho de viagem, pois é pra lá que vai o troco do ônibus, e aqueles trocados da bala que você deixou de comprar.

Cinquenta centavos por dia serão, aproximadamente, R$ 182, no fim do ano.

39. Tenha dissernimento entre o que é necessidade e o que é desejo

Como mencionei no artigo Ter, querer, e a linha do trem, você precisa entender bem o que é querer e o que é ter, ou precisar. Propagandas nos fazem acreditar que muitas coisas são necessidades, mas em realidade são desejos. Você já ouviu uma pessoa dizer “eu preciso de um telefone novo”? Precisa mesmo ou você quer? Ter essa noção lhe ajudará a juntar dinheiro rápido para viajar.

40. E se você realmente precisar ou querer, pense mais três vezes antes de comprar

Eu sou mestre de escolher produtos em lojas online, ir até o fim e depois pensar melhor, calcular, e abandonar carrinhos cheios, fechando os sites. Nessas horas me dou conta que estava mais com vontade do que com necessidade. Para evitar as compras por impulso, pense ao menos por um dia.

Lembre-se que, cada item a menos hoje, será um item a menos para se desfazer ao sair para viajar, e seu dinheiro economizado, serão mais dias viajando pelo mundo.

41. Tenha foco e aprenda a dizer não

O item anterior é aprender a dizer não para si mesmo. Este item é aprender a dizer não para outras pessoas. Não se trata de ser antissocial, e sim ter foco em sua meta: economizar para viajar.

Para manter o foco, leia livros sobre viagens, siga viajantes no Instagram (o nosso é o IViajante), e veja filmes de viajantes e mochileiros (as).

42. Pague suas dívidas assim que puder

Se você está pagando algo e possui algo de dinheiro, vá antecipando os pagamentos das suas dívidas. Poucas pessoas percebem, mas devido aos juros serem tão altos, em se tratando de quantidades pequenas de dinheiro, ganha-se mais dinheiro antecipando pagamentos e evitando os juros, do que investindo em fundos de baixo rendimento.

Mas não peça empréstimos para fazer isso, pois não terá sentido, a não ser que os juros entre um e outro compensem, o que dificilmente acontece. E, claro, não deixe as contas vencerem para não pagar juros e multas.

43. Tente definir um limite de gasto semanal

Eu, sinceramente, sempre tive dificuldades em definir esses limites de gastos, mas se você consegue, é uma ótima estratégia para poupar dinheiro para viajar.

44. Crie metas curtas para economizar

Crie metas de economia pequenas, pois metas longas farão com que você adie o compromisso. Exemplo: é melhor ter uma meta de economizar R$ 50 por semana, do que R$ 2.400 por ano, que parecerá um montante inalcançável ou dará a falsa impressão que se você ficar uma semana sem economizar não fará falta.

45. Não faça planos para seu décimo terceiro salário, férias, e outros bônus

Uma ótima forma de economizar para viajar é conseguir guardar seu décimo terceiro salário, o montante a mais para as férias e quaisquer outros bônus que tiver. Sei que é difícil, mas ajudará muito em seus planos. Se não conseguir tudo, guarde ao menos uma boa quantia.

46. Troque a forma que seu salário é depositado

Muitas empresas permitem que você direcione um percentual do seu salário direto para uma conta poupança ou fundo de investimentos – faça isso! Se seu dinheiro não passar por suas mãos será mais difícil lembra-lo e gasta-lo, te ajudando a juntar dinheiro para viajar. (bancos também permitem fazer esse direcionamento automático).

47. Priorize comparecer em eventos gratuitos

Hoje em dia há muitas possibilidades dentre shows, eventos culturais, festas, etc, que não cobram entrada. Pesquise e pare de jogar dinheiro fora!

48. Calcule quantas horas de trabalho vale a despesa

Ao comprar algo ou pagar por um serviço, divida o valor do produto por seu salário-hora. Exemplo: Se um par de chinelos custa R$ 50 e você ganha R$ 10 por hora, pergunte a si mesmo se esses chinelos realmente valem cinco longas horas de trabalho. Isso lhe protege do marketing de consumo exagerado em que vivemos.

Acredite, eu trabalhei com uma pessoa que tinha um relógio de R$ 3.000, e o salário de R$ 2.500 por mês, e nunca entendi essa lógica.

49. Substitua medicamentos

Policie-se para ter uma alimentação saudável, o que por si só já irão garantir menos despesas com remédios. Mesmo assim, caso tenha que comprar medicamentos, pergunte se há a opção de genéricos que são muito mais baratos e possuem mesmos efeitos.

50. Dica extra: não peça empréstimo para viajar

Pra mim esse item parece muito óbvio: pedir empréstimo nunca é vantagem, afinal os bancos nos roubam com suas taxas escandalosas. De qualquer maneira, resolvi mencionar neste artigo, pois já vi esse conselho furado em alguns sites de viagem populares. Não peça empréstimo para viajar, é muito melhor viajar sem dinheiro e/ou trabalhar viajando, ao invés de fazer isso.

seta-instinto-viajante Algo mais sobre poupar dinheiro para viajar

Este artigo não sugere que você deixe de viver, se divertir ou comprar o que te faz feliz. Mas, sim, te mostra que há outras maneiras de ser feliz gastando menos ou até de graça (por mais que a TV te diga o inverso). Lembre-se que muitas pessoas no mundo são felizes sem viver em um apartamento grande, sem ter celulares, iPads, e video-games, sem internet, com um ou dois pares de tênis, e sem saber o que é beber ou comer fora, em restaurantes legais, ou dirigir um veículo.

Nós contamos como economizar para viajar, e você precisa ter foco e força de vontade. Passado um primeiro momento, verá que essas mudanças de hábitos não são drásticas. Talvez tenham ocasiões, onde as pessoas vão dizer que você é “mão de vaca”, responda apenas que está sem dinheiro para isso, ou que está precisando poupar para uma viagem. Se a pessoa gostar mesmo de você irá te entender e apoiar, se não, apenas ignore e tenha em mente que esse amigo ou amiga não te ajudará em seu objetivo.

E quem realmente ganha muito pouco ou sustenta alguém?

Também sei que para algumas pessoas, estes conselhos não são suficientes, seja por que a renda é muito baixa, seja por que precisam sustentar outras pessoas e destinam seu dinheiro para isso. Para essas pessoas, eu bato na tecla principalmente de que há uma infinidade de possibilidades de viajar (eu viajei durante 8 meses, por Brasil, Uruguai e Argentina sem dinheiro nenhum), e que é possível trabalhar e ganhar dinheiro viajando, mesmo com trabalhos comuns, principalmente por que há países, onde existem melhores remunerações. Pesquise!

Cuide de quem precise cuidar e tenha foco em seus objetivos, sem deixar o sonho de dar uma volta ao mundo de lado. Pra você essa viagem pode demorar um pouco mais e ser diferente, mas ela pode sair. Depende de você.

Um último segredo

Um dos maiores segredos que aprendi na vida é que não é preciso trabalhar muito e/ou ganhar muito dinheiro, mas sim gastar pouco. Até por que, gastar pouco fará com que você tenha dívidas cada vez menores, e, consequentemente, precise trabalhar cada vez menos, tendo mais tempo para viver, estar com quem gosta, e viajar.

Portanto, você muito provavelmente não precisa de um emprego melhor ou um salário mais alto, mas sim definir suas prioridades. Esqueça as desculpas para deixar de viajar, lembre-se que viajar depende bem menos de dinheiro que de vontade, e boa sorte!

Gostou do artigo? Então ajude o Instinto Viajante a se manter no ar =) Clique aqui e doe quanto quiser. Obrigado!

Se esse artigo lhe ajudou pode ajudar outros viajantes, curta e compartilhe =)



Booking.com

seta-instinto-viajante Mais dicas para economizar viajando

Viaje com o melhor seguro viagem internacional: World Nomads (link afiliado)

Você tem mais dúvidas ou dicas para poupar dinheiro para viajar? Conte para nós nos comentários!

Foto cabeçalho como economizar dinheiro para viajar: dreamstime.com

Curta Instinto Viajante no Facebook e siga-nos pelo Instagram


« | »

Sobre