Barracas para camping: como escolher uma barraca de acampamento

como-escolher-uma-barraca-de-camping

Barracas de camping: dicas de como escolher uma barraca de acampamento boa

Como escolher uma barraca de acampamento? Quanto custa uma barraca de camping? Onde compro uma barraca para acampar? O que devo considerar?

Se você está se aventurando agora no campismo ou se quer comprar uma barraca de camping para fazer um mochilão, ou dar uma volta ao mundo, este é o artigo ideal para você!

Assim como, escolher um mochilão, saber escolher barracas para camping para viagens outdoors ou ecoturismo é uma das primeiras dúvidas entre viajantes, principalmente, viajantes low costA barraca é a casa do viajante e, portanto, um equipamento fundamental em seu checklist de viagemPortanto, economizar demasiadamente nem sempre é o melhor caminho.

Hoje o Instinto Viajante poupa suas horas de pesquisa, mostrando tudo que você precisa saber para escolher uma barraca de acampamento ideal para você e sua família (caso haja uma).

Nota: nosso blog não recebeu nenhum incentivo por parte das fabricantes de barracas para camping. Todas as informações são honestas e livres de incentivos.

como-escolher-uma-barraca-de-acampamento

Minha barraca de acampamento atual: Barraca Arpenaz 2XL, da Quechua. Foto: decathlon.co.uk

Como escolher uma barraca de acampamento boa?

Não existem barracas para camping perfeitas

A primeira coisa que você deve saber é que não existe barraca de camping perfeita para todos os tipos de viagens e situações. No máximo uma barraca equilibrada. Cada tipo de barraca atende a um conjunto de necessidades e estilos de viagens, sejam elas de aventura, para viajar sozinho, viajar em casal, viajar em familia, barraca para trekking e trilhas – enfim, uma infinidade de opções.

Cada tipo de viagem possui suas características específicas e não há barraca perfeita para atender a todas elas.

Pense e defina: para que eu quero uma barraca de camping? Definir seu perfil e tipo de viagens, antes de comprar, ajudará muito na escolha.

Dito isso, vamos ao nosso Guia de como escolher uma barraca de acampamento e o que considerar para comprar a barraca de camping certa para você.

Veja também: o saco de dormir que vira barraca de camping e a mochila que vira barraca para acampar

É interessante acompanhar todo artigo, mas, caso queira, você pode utilizar os links abaixo e ir direto ao assunto que deseja

Índice

Definindo as características da barraca de camping
Especificações importantes de saber antes de escolher uma barraca de acampamento

Tipos de barracas para camping:

  1. Para quase todo tipo de viagens sozinho (a) ou em casal
  2. Para todas as estações do ano (barracas de inverno)
  3. Para viajar em família
  4. Para trilhas e trekking

Quanto custa uma barraca de camping?
Considerações finais

seta-instinto-viajante Definindo as características da barraca de camping

Na hora de escolher a barraca ideal para sua viagem, você deve considerar principalmente espaço, peso, preço, resistência, qualidade do material. As principais questões que você deve considerar para comprar sua barraca de acampamento ideal são:

  • A barraca será usada para viagens solitárias, em casal ou em família (com filhos)?
  • Preciso de uma barraca para quantas pessoas e de que tamanho?
  • Viagens em transportes coletivos ou carro?
  • Serão viagens curtas ou longas?
  • Qual época do ano será mais utilizada? Serão regiões quentes, médias, frias, ou ambas?
  • Lugares chuvosos e de ventos?
  • A barraca será utilizada em trilhas, trekking e travessias?
  • Vou precisar de material mais forte ou mais leve?

Feito isso, vamos a algumas considerações.

seta-instinto-viajante Tamanho e altura

O tamanho está diretamente relacionado com o peso da sua barraca. Para viagens solitárias, o mais indicado são barracas de camping de 1 ou 2 pessoas. Caso seja uma pessoa grande (como eu), tenha claustrofobia, se mova muito durante a noite, for contar com eventuais companhias ao longo das viagens, ou apenas queira mais espaço e conforto, vale comprar uma barraca de 2 ou 3 pessoas, ou uma versão maior, como as barracas XL da Quechua (que inclusive é a que uso com minha namorada – um pouco pesada, mas confortável e pelo preço que cabia em nosso bolso). Obs: pense no seu espaço e no de seu mochilão ou bagagem, e se você consegue esticar suas pernas, pelo menos na diagonal.

Outra coisa é a altura, para mim barracas muito baixas são ruins, pois fico desconfortável para arrumar minhas coisas, me vestir, entrar e sair.

Viagens curtas ou longas? Em viagens curtas, opte pelas compactas e leves; se a ideia é ficar acampado por períodos mais longos, considere escolher uma barraca de camping um pouco maior e mais confortável.

seta-instinto-viajante Tipo de revestimento

Viagens curtas e/ou de carro – Se você faz mais viagens curtas de fins de semana ou feriados, ou se costuma viajar de carro, poderá optar por versões mais pesadas. Isso é, com mais espaço e revestimento de parede dupla, que, apesar do peso, são melhores, mais duradouras, e protegem mais do calor intenso e de chuvas, já que possuem menos condensação – efeito físico que ocorre quando respiramos dentro da barraca fechada e com pouca ventilação, gerando umidade, e deixando-a mais quente. Esse efeito cria vapor e molha a barraca por dentro quando o ambiente externo está mais frio e/ou chovendo.

Viagens longas ou de ônibus – Se as viagens forem de transportes coletivos, longas caminhadas ou um mochilão por muitos meses, é preciso considerar o peso que irá carregar e quantas vezes realmente precisará da barraca. Dependendo, escolher uma barraca de parede simples pode ser uma boa, aliviando o peso, sendo mais barata, e atendendo à maioria das situações.

Para se ter uma ideia, eu viajei 8 meses pelo Brasil com uma barraca muito simples e, quando chovia muito me abrigava em baixo de um telhado ou árvore. Eu tinha uma barraca vulnerável e ruim, mas que atendia minhas necessidades. Porém, ao viajar pela Patagônia argentina e chilena, o melhor foi viajar com uma barraca de revestimento duplo, que aguenta mais chuvas e os fortes ventos patagônicos, além de me manter despreocupado em regiões desertas sem abrigos naturais.

seta-instinto-viajante Número de portas

Aqui deve-se considerar a relação peso/conforto. Duas portas tornam as barracas muito mais confortáveis e arejadas, mas aumentam seu peso. Se você é um viajante que se adapta a qualquer situação, e exige pouco conforto de onde fica ou dorme, escolha uma barraca de camping com uma porta. Se você é um viajante que gosta de espaço, conforto e sente muito calor, escolha duas portas.

Outra coisa são os tipos de viagens. Para viagens curtas e/ou de carro, vale uma barraca de duas portas. Viagens longas e/ou de ônibus, ou com caminhadas longas, uma porta.

seta-instinto-viajante Ventilação

Tanto a barraca de parede dupla, quanto de duas portas, lhe dão ambientes mais ventilados – um ótimo conforto para climas quentes. Mas são fatores de aumento de peso, como mencionei. A escolha é sua.

As que possuem janelas são ótimas para ventilar e evitar condensação. Ao pesquisar, atente-se quanto às janelinhas, se abrem ou não, e se realmente ventilam.

seta-instinto-viajante Varandas e avances/avanços

Varandas e avances, ou avanços, seguem a mesma lógica das portas – conforto/peso. Uma varanda, principalmente coberta e fechada, traz muito conforto e permite um local para deixar calçados, sacolas de lixo e afins, livre das chuvas, e com certa segurança contra roubos, sem precisar levar sujeiras para dentro da barraca. Por outro lado, acrescentam peso.

seta-instinto-viajante Lona extra

Você pode comprar uma lona extra. Mas uma lona de verdade e não aquelas que parecem sacos de lixo, pois, apesar de serem muito baratas, são muito finas, fracas, e não protegem nada.

As lonas melhoram a resistência em barracas mais simples ou de revestimento simples.

Podem ser usadas por cima da barraca, amarrando em árvores ou postes, para aumentar sua proteção contra a chuva. Nesse caso fazem muita diferença.

Ou por baixo da barraca, aumentando a espessura do piso e evitando desgaste da barraca quando acampando em locais de solo ruim.

É preciso considerar que lonas são um peso a mais. Mas a lona por baixo é uma boa opção para qualquer barraca, pois chuvas fortes que duram muito tempo criam possas que atingem a barraca. Contudo, se vier um dilúvio não há o que fazer.

Vai viajar de carro? Se peso não é o problema, por que não levar lonas para eventuais emergências?

seta-instinto-viajante Importante saber antes de escolher barracas para camping (especificações)

como-escolher-uma-barraca-de-acampamento

Acampando no Parque Nacional Los Alerces, na Argentina.

Coluna d’ água – A coluna d’água define a impermeabilidade da barraca, ou seja, a resistência da barraca de camping para chuvas. Quanto maior esse número, mais tempo de chuva irá resistir.

O mínimo para uma barraca decente é 1.000 mm, menos que isso ela não aguentará nada de chuva e pode ser ruim até em noite de muito sereno. A partir de 1.500 mm já aguenta quase todas as chuvas do Brasil e América do Sul, dispensando o uso da lona por cima; acima de 1.500 mm não há necessidade.

Segundo as normas internacionais, para a barraca ser considerada impermeável, sua coluna d’água deve suportar pelo menos 1.500 mm. Tabela de coluna d’água:

  • Abaixo de 600 mm – Não resiste a chuvas e serenos fortes;
  • 600 – 1.000 mm – Resiste somente a chuvas fracas e de poucas horas;
  • 1.000 – 2.000 mm – Resiste a chuvas normais ou fortes, que não sejam muito longas (ideal para a maioria dos lugares do Brasil e América do Sul);
  • 2.000 – 3.000 mm – Resiste bem a chuvas e por vários dias (desnecessário para a maioria das chuvas da América do Sul);
  • Acima de 3.000 mm – Tempestades e situações extremas.

Costuras seladas – A costura selada também ajuda na impermeabilização da barraca. Sua função é evitar que a água da chuva passe pelas costuras e molhe dentro da barraca. Ter costuras seladas significa ter uma boa barraca.

Caso a barraca não possua costura selada de fábrica, é possível usar produtos para selar você mesmo (a). Em geral, usando silicones e similares.

Piso – O piso deve ser de material impermeável e/ou ter uma lona resistente. Caso contrário entrará água da chuva por baixo. O melhor é que seja feito de Polietileno laminado, nylon, ou Poliéster, sendo estes dois últimos os melhores.

Sobreteto – O sobreteto é uma camada extra que vem acima do teto da barraca. O melhor é que este sobreteto seja independente, ou seja, separado do teto da barraca, para evitar condensação, e que vá até o chão.

As melhores barracas para camping do mercado possuem “sobreteto”, do teto até o chão, mas algumas oferecem sobreteto parcial, que não chegam ao chão.

Em geral, são feitos de Poliéster e com dois tipos de medidas: T (Tex) ou D (Denier), dependendo do país de origem. Essas medidas referem-se a densidade dos tecidos e indicam o peso por área quadrada, ou seja, quanto menor esse valor, mais leve será a barraca.

O sobreteto também está diretamente ligado a estabilidade da barraca, ajudando em dias de ventos fortes. O ideal é optar por uma barraca com sobreteto completo, independente do teto da barraca, e, se possível, com “avance” ou avanço, um pedaço a mais que fará com que a chuva escorra para mais longe da barraca.

Qual formato de barraca de camping é mais resistente contra chuvas e ventos?

Barracas altas e grandes são ruins contra ventos, pois possuem superfície de contato maior. Enquanto isso, barracas técnicas que são quase deitadas, resistem bem aos ventos. Outros tipos de barracas que resistem bem ao mau tempo são as com formatos de pirâmide, iglus, tendas, etc.

As barracas para camping que mais resistem as chuvas são as que possuem sobreteto, costura selada, piso impermeável, e bom número de coluna d’água.

Formatos – Preste atenção no formato da barraca e no quão difícil é para montá-la. Barracas iglu e tendas costumam ser bem mais fáceis de montar do que barracas com formatos irregulares. Eu tenho uma barraca de camping da Guepardo, modelo Apolo 4, que é muito boa, espaçosa e arejada, mas seu formato é irregular, e eu esqueço como monta quando fico muito tempo sem acampar.

Tamanho real – Atente-se que a maioria das marcas possuem um espaço real menor do que o anunciado (veja quantos metros). Diversas empresas colocam suas barracas uma categoria acima do que são realmente. A saber, a barraca de 2 pessoas atende a uma; a de 3 pessoas atende a duas; etc. Obs: a Quechua e a Guepardo não costumam fazer isso.

Barracas de armação rápida – Barracas fáceis de armar como a 2 seconds, da Quechua, são ótimas para não perder tempo armando, mas horríveis para carregar. Se você costuma viajar em transportes públicos ou realizar caminhadas longas antes de acampar, não as recomendo. Ah, também não são muito confortáveis para dobrar e guardar…

Tipos de materiais das barracas – Os materiais das barracas, geralmente, são de Poliéster ou nylon. Mas também podem ser, parcialmente ou completamente, de algodão, lona, e/ou, fibra.

Materiais de nylon costumam ser mais fortes, resistentes, e leves (e caros), do que o Poliéster, principalmente quando possuem a tecnologia ripstop. Contudo, o nylon sem essa tecnologia, não filtra bem a radiação ultravioleta, ou seja, se a parede externa é de nylon, você deixará sua pele mais exposta ao sol.

O Poliéster é mais pesado, mas protege melhor dos raios ultravioletas, o que também significa que, ao longo dos anos, a barraca pode durar mais em situações de muita exposição solar. O Poliéster é mais indicado para montanhismo por que não deforma tanto, em situações extremas, como o nylon.

Ambos necessitam selagem para tornarem-se impermeáveis, e o melhor é que a parede externa seja de Poliéster, ou nylon ripstop. Quanto a parede interna, o nylon é melhor, pois deixa a barraca mais leve e respirável, mas não significa que o Poliéster é ruim.

Varetas – As varetas, normalmente, são de alumínio, aço, fibra, plástico, ou PVC. Veja a qualidade das varetas e como elas são montadas. Barracas que as varetas são presas como clipes de forma externa são bem mais práticas de montar do que as que precisam correr por dentro do pano, por exemplo.

Fibras me parecem as melhores, e são bem leves. Enquanto alumínio é mais resistente, mas mais pesado.

Specks ou estacas – Atente-se se os specks ou estacas são firmes. Os mais grossos são melhores para prender a barraca ao solo e resistir a ventos fortes. Ter laços externos e cordas também é ótimo para prender bem as barracas e proteger-se contra tempestades. (dica: ao montar a barraca use pedras para firmar melhor).

Bolsos internos – Barracas que possuem bolsos internos são ótimas para guardar brincos, celulares, chaves, e outros itens pequenos, de maneira mais organizada. Outra coisa interessante, é quando possuem um pequeno gancho no teto que dê para prender lanternas ou luminárias.

Sinergia entre equipamentos – Lembre-se que as barracas para camping não precisam fazer tudo sozinhas. Você pode combiná-las com outros equipamentos. Não é necessária uma super barraca que proteja contra frios extremos, se essa não é sua rotina de acampamento. Você pode ter uma barraca boa, mas comum, e utilizar isolante térmico e um bom saco de dormir. O mesmo serve para as chuvas, acrescentando uma boa lona.

A seguir, veja tipos de barracas de acampamento para cada estilo de viagem.

seta-instinto-viajante 1. Como escolher uma barraca de camping para quase todo tipo de viagens sozinho (a) ou em casal

Características

  • Barracas bem ventiladas para regiões tropicais e verão;
  • Com cobertura suficiente para proteger de chuvas;
  • Material e tecidos leves.

Indicadas para mochilar em regiões tropicais e temperaturas amenas de primavera, verão ou outono. São barracas de preço baixo/médio.

Descrição

Estes tipos de barracas para acampar são as mais comuns e adaptáveis que existem. São boas para quase todas as regiões e temperaturas do ano (primavera, verão, outono e invernos de países tropicais). Elas são as mais usadas em países como o Brasil e quase todos da América do Sul. São as barracas mais escolhidas por mochileiros e mochileiras em viagens. Se você for fazer uma longa viagem ou usar para muitas regiões diferentes, essa é a barraca ideal.

(dica: para lugares que são muito frios, você pode combinar uma dessas barracas com um bom saco de dormir)

seta-instinto-viajante 2. Como escolher uma barraca de camping para todas as estações do ano (barracas de inverno)

Características

  • Barracas que suportam tempestades;
  • Material e tecidos com alta resistência;
  • Vários pontos de fixação.

Indicadas para lugares de inverno rigoroso e montanhismo. São barracas de camping técnicas para inverno, geralmente melhores, mas muito mais caras.

Descrição

A maior preocupação de quem quer uma barraca de camping de inverno é o frio rigoroso e perigo de hipotermia. Normalmente, possuem materiais mais fortes e mais pesados do que barracas gerais, como as que citei acima, tendo mais resistência a ventos fortes e muita neve. Estas barracas costumam ser mais caras e desnecessárias para a maioria dos países do hemisfério sul.

Se você não estará em situações de frio extremo ou se a maioria das suas viagens não exigem esse tipo de especificidade, optar por essas barracas será um gasto desnecessário. Se sua viagem passa por lugares frios, mas nem tanto (algo até -10/-15 graus), vale mais a pena combinar uma boa barraca, dentre as mencionadas no item 1, com um saco de dormir de qualidade.

Revestimentos – Para passeios na neve e/ou de esqui em locais de difícil acesso, que exijam caminhadas longas e/ou escaladas leves, opte por revestimentos simples; para viagens em que irá acampar por dias em lugares de frio intenso e neve, opte por revestimentos duplos. Essas barracas técnicas para alta montanha e inverno já possuem ótimo revestimento, dispensando o uso de lonas.

seta-instinto-viajante 3. Como escolher uma barraca de camping para viajar em família

Se você quer acampar em familia, mas costuma viajar em transportes públicos ou possui apenas um filho, sem grandes necessidades de maior espaço e conforto, aconselho escolher uma barraca de camping de 3 ou 4 pessoas, dentre as mencionadas no item 1. Isso, pois, nessa categoria você consegue achar uma barraca de camping que irá atender a sua familia, sem pagar caro e sem ter de levar muito peso, um inconveniente para quem não viaja com veículo próprio.

Se essas barracas não atendem a sua família e filhos, e/ou se está indo acampar de carro, siga nessa categoria.

Características

  • Barracas altas e com bom espaço interno;
  • Barracas de camping mais pesadas;
  • Opções com separações de quartos.

Descrição

As barracas de camping tamanho família, geralmente, são maiores, possuem mais conforto, boa resistência, parede dupla, e são pesadas (mais de 5 KG, pelo menos).

Se você viajará em família ou em grupo e possui carro, ou geralmente os lugares são de fácil acesso, não há preocupação quanto ao peso. Então, busque uma barraca grande e confortável. Vejo muitas famílias com barracas de camping de 6 ou 8 pessoas, mesmo tendo apenas um filho. Isso permite que a (s) criança (s) fique (m) confortável (eis), sem incomodar o casal.

As barracas tamanho família, normalmente, são de revestimento duplo. Quanto aos itens ventilação, varanda e portas, lembre-se que serão mais pessoas e crianças, aumentando o entra e sai na barraca, e mais coisas sujas para guardar. Outra coisa é que serão mais pessoas dentro da barraca, ou seja, menos ventilação = mais facilidade de mau cheiro e calor.

O que quero dizer com isso? Pense se não vale mais a pena comprar uma barraca bem ventilada, com duas portas e varanda.

seta-instinto-viajante 4. Como escolher uma barraca de camping para trilhas e trekking

Se suas viagens costumam envolver montanhismo, trilhas, trekking e travessias, considere comprar uma barraca técnica para montanha. Essas barracas são caras. Se o preço é salgado para você, aconselho escolher uma barraca de camping de 1 ou 2 pessoas, das mencionadas no item 1.

Características

  • Barracas leves para regiões tropicais e verão ou para todas as estações;
  • Com cobertura suficiente para proteger de chuvas;
  • Material e tecidos leves, normalmente compactas.

Descrição

Estas barracas são técnicas, compactas, indicadas para acampamentos rápidos, viagens que envolvem caminhadas e pernoites de apenas um ou dois dias, até voltar a caminhar. Em geral, são as barracas mais caras do mercado, principalmente no Brasil.

O peso está a frente do conforto, então costumam ser pequenas (ainda que nem todas), cabendo uma pessoa e poucos equipamentos. São muito leves, mas ainda assim resistentes – o que geralmente justifica os preços.

São realmente as barracas mais tops do mercado, mas espere preços altos.

seta-instinto-viajante Quanto custa uma barraca de camping?

Obviamente, depende. Você encontrará barracas para acampar por R$ 100-120, até R$ 2.000-2.500 (ou mais).

Ao escolher uma barraca para acampar, lembre-se de não cometer o erro de ter uma Ferrari para fazer compras no supermercado. Ou seja, ter um equipamento muito top (e caro) para fazer viagens simples que não exigem tanto.

Você não precisa ter a melhor barraca de camping do mercado. Você precia ter a melhor barraca para SUAS necessidades!

É possível encontrar excelentes opções por preços médios de R$ 250-500.

Como mencionei no artigo como economizar para viajar, comprar novo, na maioria das vezes, é vaidade boba. Você pode conseguir ótimos equipamentos por preços bem mais baixos, pesquisando no OLX e/ou no grupo Classificados mochileiros, no Facebook.

Se quiser comprar em uma loja, pesquise o preço mais barato com o Buscapé.

As marcas mais populares de barracas de camping são:

Dentre as marcas mais tops e caras, estão:

  • The North Face
  • Aztec (linha superior da marca da Nautika)
  • Deuter
  • Curtlo (apesar de ser uma marca muito recomendada, tive problemas com seu atendimento ao cliente quando precisei)

Também vejo muitos mochileiros e mochileiras que viajam com barracas de camping da Doite (sim, uma imitação da Deuter), que pagaram barato e dizem serem ótimas. Vale a pena incluir em seu mapa de sondagem, e são vendidas baratas no Chuí, na fronteira do Brasil com o Uruguai.

seta-instinto-viajante Considerações finais

Como falei, pense sempre nas suas reais necessidades, climas, onde irá acampar e como chegará ao camping, na maioria das vezes. Se você viaja sempre nas férias, ou seja, no verão, ou para lugares tropicais, não faz sentido escolher uma barraca de camping de quatro estações; se você sempre vai de carro e os locais são de fácil acesso, para que gastar muito em barracas técnicas muito leves (e caras)?

Também considere sempre: peso, resistências às chuvas, ventilação, espaço interno, material, e custo-beneficio.

Pense nas situações que irá enfrentar e, em quantas vezes, enfrentará cada uma. Viajei com uma barraca muito simples por 8 meses, que ninguém indicaria para nenhum tipo de viagem, mas que me atendia por pesar pouco e por eu usar raramente. E por que, quando acampava, era sob lonas e telhados, dispensando pesos extras de varandas, portas, etc.

Se não puder pagar por um bom mochilão, viaje assim mesmo. Não perca seu sonho por falta de dinheiro!

Ps: nós NÃO somos patrocinados por nenhuma marca citada no artigo. As empresas que mencionamos é por que acreditamos no produto ou serviço oferecido. Alguns links e banners são afiliados, ou seja, você compra, sem custos adicionais, e nós ganhamos uma pequena comissão paga pela empresa. Se esse artigo ajudou em sua escolha, nós ficaremos felizes se você comprar por esses links, pois ajuda a manter nosso blog no ar.

Obrigado pela leitura e boa viagem!

Gostou do artigo? Então ajude o Instinto Viajante a se manter no ar =) Clique aqui e doe quanto quiser. Obrigado!

Se esse artigo lhe ajudou pode ajudar outros viajantes, curta e compartilhe =)

seta-instinto-viajante Mais dicas de viagem

Você tem dúvidas ou mais dicas sobre seguro de viagem internacional? Conte para nós nos comentários!

Foto divulgação como escolher uma barraca de acampamento: altaventura.com.br

Curta Instinto Viajante no Facebook e siga-nos pelo Instagram


« | »

Sobre