25 dicas ninjas para viajar pela primeira vez (garantido!)

como-viajar-pela-primeira-vez-instinto-viajante

Como viajar pela primeira vez: 25 dicas para uma boa viagem

Viajar pela primeira vez: tudo que você precisa saber para sua primeira viagem ser a melhor da sua vida

Tudo parece difícil e assustador ao viajar pela primeira vez. Viajantes de primeira viagem costumam ter muitas dúvidas sobre como viajar e fazer uma boa viagem, além de cometer muitos erros ao sair para mochilar. Isso é normal. Para minimizar os erros, veja tudo que você precisa saber antes de sair para sua jornada única.

25. Não tenha medo

Ter medo é normal ao viajar pela primeira vez e um bom aliado em alguns momentos – poderia, por exemplo, ter evitado meu acidente na Estrada da Morte, na Bolivia. Mas medo de viajar, de mochilar, de sair por ai? Esse não é um medo que te ajuda em algo. Você tem medo, tudo bem. Mas já parou pra pensar em medo de que exatamente? A maioria de nós quando começa a aflorar uma ideia de viajar por longo período ou manter uma vida nômade tem medo, mas é um medo de nada específico ou nada que se justifique na prática, coisas que não costumam acontecer com viajantes, em geral. Lembre-se que a maioria dos nossos medos e preocupações são acerca de coisas que nunca aconteceram ou irão acontecer.

Você não é um desbravador de continentes selvagens, nem será o primeiro a viajar o mundo. Não tenha medo.

24. Não ouça conselhos de quem nunca foi

Meus amigos, familiares e pessoas próximas costumavam dizer o que todo círculo de amigos diz para alguém que quer largar tudo para viajar: “é perigoso”, “mas e sua carreira?”, “e seu futuro?”, “e seus pais?”, “e os filhos?”, “como você vai sobreviver?”, “ninguém da carona”, “tem muita gente ruim por ai”. E muitas outras frases negativas comuns ditas a quem vai viajar pela primeira vez.

Acontece que nenhum deles nunca fez uma viagem dessas, como podem afirmar que é perigoso ou ruim? E o que normalmente acontece depois que você já está na estrada é ver essas mesmas pessoas admirando-o e parabenizando-o pela coragem.

Meu padrasto diz que dar e pegar carona é perigoso, mas nunca deu nem pegou uma carona em 60 anos, então como pode reproduzir esse medo e leva-lo adiante?

Definitivamente, só dê ouvidos aos comentários dessas pessoas se forem positivos. Considere apenas conselhos e alertas de quem já viveu essa experiência.

23. Não planeje muito

Ao viajar pela primeira vez não compre um guia de viagens e simplesmente siga-o. Leia guias, sites e relatos na internet para ter um planejamento mínimo, mas não faça nem siga grandes roteiros.

Busque uma visão geral do seu destino, mas não transforme sua viagem dos sonhos em uma prisão. Você saberá dos bares legais, restaurante bons e baratos e atrações quando estiver nas cidades conversando com moradores e outros viajantes, portanto, relaxe e viva o momento.

Quando fiz meu pimeiro mochilão pela Bolívia tinha uma planejamento impecável, mas que não me permitia nem espirrar que perdia um passeio. Não cometa esse erro. Tenha lacunas nos seus dias para poder estar aberto e com tempo para convites que irá receber pelo caminho. E aceite-os, poderá ser surpreendente. Procure usar sempre o “porque não?“.

22. Não crie expectativas

Outro erro recorrente de quem vai viajar pela primeira vez (e até entre viajantes experientes) é criar expectativas, boas e ruins. Quando está montando seu super mega roteiro, o viajante vê determinada atracão e lendo os comentários acha ruim de mais, riscando do roteiro, ou fantástica, se decepcionando ao chegar e ver a realidade. Um bom conselho? Não crie expectativas. Viva o momento e tire suas conclusões por si mesmo. Leia relatos, mas mantenha-se tranquilo quanto as conclusões.

21. Viaje devagar

Viaje devagar. Ao montar um roteiro para viajar pela primeira vez todo viajante vai lendo sobre as atrações e sente fome de conhecer todos os lugares. Às vezes quer encaixar dezenas de países em um mês, normalmnte em mochilões pela europa. Não cometa esse erro. Prefira conhecer países, cidades, culturas, pessoas, e não apenas passar pelos lugares e pontos turísticos famosos. Sua viagem fica bem mais rica e intensa diminuindo o número de cidades e conhecendo melhor as que visitar.

Você pode publicar fotos de trinta cidades que visitou em seus trinta dias de férias no seu Facebook e seus amigos irão curtir e achar o máximo, mas você tem ciência de que não aproveitou nada desses lugares e ainda voltou cansado.

Não apresse sua viagem. Arranje tempo para passear sem pressa pelas praças, observando os moradores. Ou simplesmente jogando conversa fora sem fazer absolutante nada no hostel.

20. Conheça pessoas

Esteja aberto a conhecer pessoas onde quer que vá. Isso lhe dará muitos amigos e possiveis contatos para cidades seguintes, além de ensiná-lo a entender outros pontos de vistas e diminuir preconceitos que às vezes você nem sabia que tinha.

Se ao viajar pela primeira vez, você opte por uma viagem longa e mantiver uma página ou blog onde conta as histórias, faça cartões de visita, isso aumenta as chances das pessoas lhe encontrarem, lhe seguirem e manter os contatos.

Troque sempre contatos telefônicos e de mídias sociais. Alguns dos amigos que faz na estrada podem vir a ser amigos pro resto da vida.

19. Não entre em pânico

Relaxe, pense positivo e mantenha-se calmo sempre. Não entrar em pânico é um excelente conselho do Guia do Mochileiro das Galaxias e fará com que você se saia bem em todos os imprevistos que tiver durante sua viagem, e que não serão poucos.

Se milhares de pessoas podem fazer uma volta ao mundo a cada ano, você também pode. Tenha consciência disso, confie em si mesmo e siga tranquilo. “Don’t worry about a thing; cause every little thing; gonna be all right!”

18. Deixe fluir

Como eu disse, não planeje muito. Ter horários a seguir e muitos planejamentos ao viajar pela primeira vez pode tornar sua viagem estressante, cansativa e chata, além de tirar o sabor da imprevisibilidade natural aos viajantes que ficam muito tempo na estrada. Simplesmente vive a vida. Deixe fluir!

Planeje algumas poucas atividades e deixa que o Universo conspire para fazer o restante acontecer. Visitei Ilhabela, em São Paulo, para ficar dois ou três dias e acabei ficando mais de dez. Deixe acontecer!

17. Tenha um mapa físico

Tenha um mapa físico ao invés de somente mapas online, e sempre pegue mapas das cidades que visitar nos pontos de informações turísticas logo que chegar nas cidades. Mapas facilitam muito seu planejamento de última hora e lhe dá a noção de distâncias. Um mapa físico nunca lhe deixa na mão por queda de conexão.

16. Leve uma barraca de camping

Mesmo que seu estilo de viagem seja mais voltado para hostels e afins, considere levar uma barraca de camping. Às vezes possibilidades surgem de última hora e locais mais afastados serão melhor aproveitados com uma barraca de camping disponível. Além do mais, se estiver sendo hospedado por CouchSurfing, a barraca dá mais versatilidade para você, podendo pleitear uma hospedagem mesmo em quintais. Em momentos que fique sem abrigo, a barraca será sua casa longe do frio e da chuva.

15. Você não precisa ir super equipado

Ao planejar viajar pela primeira vez, muitas pessoas pensam que precisam de muitos acessórios. Diferente do que dizem as propagandas e diversos relatos na internet, você não precisa ter todos os equipamentos para viajar. Inclusive, se você tiver equipamentos para enfrentar todas as possibilidades que encontrará pelo caminho seu mochilão não será nem um pouco leve e sua viagem nada barata.

Botas caríssimas, barracas que fazem milagres, mochilões da Nasa, casacos que aguentam o inverno na Antartica… Você não vai precisar de tantos equipamentos quanto pensa e quanto te convencem a comprar! Veja aqui um bom check-list para cada tipo de viagem e diminua ao máximo seu mochilão quanto puder. Pense em quantas vezes vai utilizar cada item. Se você tiver uma bota bacana, legal, mas se não tiver pode ir mesmo assim. E isso serve pra muitos itens.

14. Mantenha-se conectado

Se esforce sempre em estar conectado, pois isso poderá facilitar em muitas coisas. Há lugares que não há conexão alguma, tudo bem. Mas para todos os outros tenha um telefone, tablet ou notebook para acesso à internet. Isso ajuda para saber sobre alguns passeios, conseguir hospedagens gratuitas e muitas emergências.

13. Esteja aberto

Como falei, esteja aberto a novos amigos e pessoas. Mas não só a isso. Esteja aberto a novas experiências, sabores, medos e quaisquer oportunidades que tiver em relação a algo novo, mesmo que seja algo que nunca pensou em fazer ou imagine que seja ruim. Na ecovila Oasis Mundo, em Paraty, Rio de Janeiro, me permiti comer algo que nunca imaginaria – jaca salgada – e gostei bastante. Se não estivesse aberto, nunca saberia o sabor.

12. Não torre todo dinheiro no início

Um erro muito comum de viajantes iniciantes é usar mal o dinheiro nas primeiras semanas da viagem. Depois de semanas ou meses na estrada, o viajante percebe o quanto poderia ter gasto melhor seu dinheiro. Pense bem ao ostentar suas economias no início da trip e sempre que puder negocie os valores.

11. Seja paciente

Ser mais paciente é um dos maiores aprendizados da minha viagem. Seja paciente em momentos onde as coisas não aconteçam como gostaria, nos momentos de estresse, quando for mal tratado por alguém. Enfim, mantenha sempre sua paciência. Você com certeza será mais feliz assim. Não deixe que negatividades estraguem sua viagem.

10. Seja aventureiro

Você pode sentir muitos pavores e medos. Eu tenho medo de altura. Há quem tenha medo de animais, insetos, trilhas, de sair a noite, de parques de diversões, de dançar, de dormir na casa de desconhecidos, de puxar assunto com o cara ou a garota ao lado. Enfim, são muitas possibilidades de medos. Enfrente-os ao longo da sua viagem. Não deixe que o medo prive você de conhecer uma sensação nova de felicidade.

Você dificilmente se arrependerá de algo e estará sempre motivado, com autoestima, mais experiente e mais feliz.

9. Não seja tão tímido

Ao sair para viajar pela primeira vez você pode ser ainda introvertido ou se preocupar de mais com o que os outros vão pensar. Isso é comum, mas mude isso. Deixe de lado sua timidez, seu medo de falar com pessoas que não conhece. Na estrada todos costumam ser bons amigos, permita-se adentrar este mundo. Você dirá “olá” e verá que vocês têm mais coisas em comum do que imaginava.

Desligue seu celular. Tire os fones de ouvido. E vá viver a vida real, aquela de antigamente, onde estranhos conversavam, na estrada isso ainda acontece entre viajantes.

8. Pexinxe, desenrole, barganhe

Um erro comum de quem vai viajar pela primeira vez é pagar tudo sem antes conversar. Sempre que precisar pagar por algo, pexinxe, desenrole, barganhe – negocie. O primeiro preço é normalmente o preço para turistas. A menos que você ache o valor muito justo (Normalmente caso de cidades interioranas e mais humildes), negocie e chegarão a um valor mais baixo, mas ainda assim interessante para ambos. Quanto mais negociar, mais rápido pegará a manha e mais tempo se manterá na estrada sem faltar dinheiro.

7. Lembre-se que não há regras

Você não está preso. Não há regras. Portanto, não as crie. Se você quiser viajar com muito dinheiro, viaje. Se quiser viajar sem dinheiro, viaje. Se quiser ir a pé, vá. De bicicleta, idem. De avião ou qualquer jeito, vá. E se quiser remodelar toda viagem, esqueça o que disse antes e mude. Sua viagem é de felicidade, não de regras. Não as crie e se precisar quebre as que houver. Não aceite rótulos, apenas seja feliz viajando.

Se o mochilão dos seus sonhos não está sendo o que imaginou, repense e se precisar interrompa. Você pode mudar ou retornar para casa e sua vida antiga a hora que quiser e não há nada de errado nisso.

6. Não se sinta só

Você não está sozinho. Nunca. Você poderá fazer amigos em qualquer lugar. Sempre há viajantes abertos a novas amizades. Não entre em depressão, nem se sinta só. Você poderá comemorar seu aniversário com os estranhos melhores amigos que nunca imaginou que teria em uma ilha qualquer do outro lado do mundo. As saudades de casa e dos amigos são normais, mas prefira estar feliz pela possibilidade de novas amizades, que triste por estar longe dos velhos amigos.

5. Fotografe

Nem todos têm vocação, se interessam ou têm paciência para fotografias. Ok. Mas um conselho que dou é fotografar mesmo assim. Você pode tirar menos fotos que um amante de fotografias, mas tire-as. Depois de viajar o mundo por meses você poderá se lamentar de não ter fotografado e revendo as fotos que tirou com certeza recordará diversas histórias legais. Aprenda passos simples para fotografar bem e tire fotos da sua viagem.

4. Dê notícias

Dê sempre notícias para a familia e amigos. Você estará ocupado e distraído com a viagem, mas pessoas estarão preocupadas com você, não deixe de dar notícias.

3. Não se preocupe com sua carreira

Um medo comum de quem vai viajar pela primeira vez por meses ou anos é em relação a própria carreira. Em Trabalhe 4 horas por semana, Tim Ferriss expõe um ponto de vista muito verdadeiro: se você opta por interromper sua carreira para tentar outra coisa e desiste no meio do caminho para retornar a sua antiga vida, o mínimo que conseguirá é voltar ao mesmo patamar que antes. Você não irá retornar para sua antiga vida ganhando muito mais ou muito menos do que ganhava antes. Aliás, com a experiência adquirida é mais fácil que consiga empregos e oportunidades melhores do que as que tinha antes, além de uma visão mais ampla da vida e do mundo. Sua carreira, caso ainda a queira, tenderá mais ao sucesso do que fracasso após sua viagem.

2. Viva a vida

Depois de algumas semanas mochilando percebi que isso não se parecia mais com férias prolongadas. Entendi que isso agora era minha vida e comecei a aproveitá-la ao máximo. Viver na estrada é viver intensamente. Aceite isso e curta essa nova realidade. Todo dia pode ser recheado de novas boas histórias para se lembrar e ruins para se aprender. Veja sempre o copo meio cheio, seja otimista, aprenda com os erros e valorize o que for bom. Viva intensamente. Viva bem. Você vai descobrir que a vida sempre foi simples, boa, e se perguntar porque não tomou essa atitude antes.

Então, respire fundo, relaxe e divirta-se!

1. Pare de cogitar e ir e vá!

O mais importante conselho para pessoas que sonham em viajar e aspirantes a mochileiros é: pare de planejar e simplesmente vá! Não espere uma receita de bolo, fórmulas matemáticas, teorias de física quântica, isso não virá. Permita-se o desconhecido. Depois de viajar pela primeira vez você não irá querer saber de parar. Você tem a coragem, basta querer usá-la ou não. Mas uma coisa que você provavelmente nunca viu e nem verá é alguém que decidiu fazer uma longa viagem e se arrependeu. Leia sobre o Dilema da Cachoeira para entender melhor e caia na estrada!


« | »

Sobre