Fazendo amigos mais que influenciando pessoas

amigos

Como fazer amigos mais que influenciar pessoas

Veja os ensinamentos de Dale Carnegie para viver melhor e fazer amigos naturalmente

O livro

Como contei no artigo Tensão pré viagem e Livros Parte I, Como fazer amigos e influenciar pessoas foi um dos livros mais engrandecedores que li na minha vida e dos que mais me ensinaram ou fizeram comprovar algo que já desconfiava. Nele, Dale Carnegie, ensina através de lições de vida simples e concretas, organizadas de forma bem claras, pequenos gestos para se utilizar a todo instante ao longo da vida e que trarão benefícios para você e quem estiver ao redor. O livro foi publicado em 1937 e, milhões de leitores depois, perdura com uma leitura tão atual quanto em qualquer época. Carnegie ainda oferece cursos e palestras sobre o tema, inclusive distribuindo diplomas para os formados.

como-fazer-amigos-e-influenciar-pessoas

Não se engane, quebre sua resistência

Apesar de o título parecer maldoso pelo “influenciar pessoas”, este livro ensina mais a viver melhor e tocar a você e às pessoas, presenteando ambos com a amizade. É desses livros que temos que ler várias vezes, como um manual. Inclusive preciso lê-lo novamente assim que puder.

Outro fator que pode parecer negativo pra muitos é o fato do livro ser catalogado como “autoajuda”, afastando os leitores que possuem preconceito com o rótulo. Pra mim este rótulo é dado diversas vezes de forma equivocada e o fato de haver muitos livros ruins em autoajuda é normal como existir muitos ruins de fantasia, romance, política, etc.

Lição 1: como lidar com as pessoas

Critique, se queixe e condene MENOS

Carnegie enfatiza a importância de não criticar, não se queixar e não condenar as pessoas. Pra mim o criticar talvez seja o ponto mais difícil, pois é algo que acaba sendo natural em muitas ocasiões, mas realmente concordo o quanto isso pode afetar um bom relacionamento com as pessoas a nossa volta.

Na prática, quando consigo diminuir estes pontos sou menos visto como chato ou crítico.

Aprecie honesta e sinceramente MAIS

Um dos ensinamentos mais legais e básicos do livro é elogiar. Parece óbvio como muitos dos pontos que o autor destaca, mas parando pra analisar entendemos que apesar de óbvio praticamos muito pouco em nosso dia-a-dia. Reconhecer algo bom no outro é fundamental para a nossa felicidade e a alheia. Nesta parte do livro, a lição é fazer o elogio verdadeiro e dizer, e não inventar bajulações.

Certa vez arranquei um sorriso por uma semana na antiga empresa que eu trabalhei apenas dizendo a uma faxineira o quanto ela limpava bem o banheiro. Eu não inventei, não fiz nada de mais, meus colegas de trabalho também achavam o banheiro impecável e é uma das saudades que tenho de lá. Mas ninguém a elogiava e reconhecia por isso.

Elogiemos mais! Teste esta ação o quanto antes e verá a reação das pessoas.

dale-carnegie

Lição 2: como fazer as pessoas gostarem de você

  • Tenha MAIS interesse pelos outros

Outra lição válida e que pecamos na maioria das vezes por desatenção é ouvir o outro e se interessar pelas suas histórias ou o que tem a dizer. Quem não gosta de ser ouvido?

Acontece que, normalmente sem nos dar conta, falamos muito de nós, contamos nossas histórias e não paramos para ouvir ou dar a chance de ouvir quem está ao lado. Incentive as pessoas a falarem mais sobre elas mesmas, seja um bom ouvinte. Você não precisa gostar de todos os assuntos alheios, mas sempre haverá um ponto incomum que será agradável ouvir e aprender.

Eu conquistei mais amigos sendo melhor ouvinte e me interessando verdadeiramente pelos seus assuntos.

Viva MAIS sorridente

Outra dica que deveria ser básica na vida de todas as pessoas e que ajuda tanto quando estamos entre amigos como para fazer novos amigos é sorrir. Sorrindo vencemos problemas, tanto nossos qanto dos outros, emanando energia positiva.

Grave MAIS os nomes das pessoas

Um exercício que nunca mais deixei de fazer após ler a obra de Dale é sempre me preocupar em saber e gravar os nomes das pessoas que cruzam meu caminho, seja onde for e seja quem for. Não importa se a pessoa possui um status social mais elevado que o seu ou mais baixo, se te ordena algo ou lhe presta um serviço. Saiba o nome de todos e você verá o quanto as coisas serão melhores.

Você não precisa fazer isso por mero interesse. Faça por saber que as pessoas não gostam de serem chamadas por “ei”, “psiu” ou qualquer outro som que não seja seu nome. Mas já conversei durante horas com seguranças, gerentes, barman e garçons simplesmente por perguntar e saber seus nomes, e isso ainda me rende sempre um atendimento privilegiado.

Mostre aos outros que eles são MAIS

Infelizmente, diariamente, a sociedade e nós mesmos fazemos – até inconscientemente – as pessoas se sentirem menos do que realmente são. E até nós mesmos nos sentimos várias vezes incapazes de fazer coisas que na verdade temos capacidade de realizar.

Faça diferente! Saiba que você pode sim fazer TUDO que desejar! E saiba que ninguém vai longe sozinho, então mostre ao outro que ele também é capaz!

Lição 3: como conquistar as pessoas

Respeite MAIS a opinião dos outros

Respeite sempre a opinião dos outros e tente entender seus pontos de vista. Na vida não existe o certo e o errado, mas sim pontos de vistas e situações diferentes. Faça o maior esforço que puder para entender isso e saiba que se o outro tem uma opinião que não atinja sua felicidade não há motivo algum para você tentar mudar a cabeça alheia.

Se o debate for inevitável, ao menos demonstre o quanto entende a opinião alheia e não se sinta mais inteligente ou mais certo que ninguém, por mais que isso seja difícil em algumas situações.

Dale ensina que sair de uma discussão com o sentimento de que ambos aprenderam algo é melhor do que sair vitorioso. Vencer uma discussão normalmente implica o rancor de alguém. Prefira estar alegre do que correto, prefira ter amigos ao invés de debates.

Seja MAIS receptivo à ideia das pessoas

Na minha passagem pela Ecovila Oasis Mundo, em Paraty/RJ, pude presenciar como tudo flui melhor quando as pessoas são receptivas as ideias do outro e as respeitam. Aceite ouvir a ideia de quem quer seja, onde quer que esteja.

E o que todas essas lições têm a ver com um viajante?

Além delas nos ajudarem a sermos melhores, mais humanos e gentis, podem ser decisivas durante qualquer viagem. Principalmente quando estamos em apuros, tenha certeza que é mais fácil conseguir auxílio e fazer a bons amigos na estrada com estes valiosos conselhos.

Estes ensinamentos não são pautados em dar para receber, mas sim ser mais justo e quebrar barreiras de orgulho e individualismo que naturalmente temos. O retorno é natural. Também não quer fazer de você um falso e bajulador, seja sincero nas ponderações e faça amigos para toda a vida.

Procure e compre o livro, mas mesmo para quem não quer adquirir não é difícil encontrá-lo em uma biblioteca, audio book ou pdf pela internet.

 

Você pode conferir outros bons livros em Tensão pré viagem e Livros Parte I e Tensão pré viagem e Livros Parte II.

Sabe de algum outro livro inspirador? Compartilhe com a gente!

 

Curta Instinto Viajante no Facebook e fique por dentro de mais dicas e do dia a dia de uma viagem sem grana pela América do Sul.

Pelo Instagram do Instinto Viajante curta as fotos mais belas mundo afora.

Fotos: News from a small islandSobre Código & Pixabay.


« | »

Sobre