Ilhabela – Guia de viagem a Ilhabela, São Paulo (travel guide)

Ilhabela

Ilhabela: como chegar, melhores coisas para fazer e preços

Vai viajar para Ilhabela, em São Paulo? Quer saber como chegar em Ilhabela, como é o turismo e quanto vai gastar? Então esse post é perfeito pra você e sua trip!

Nós já falamos, aqui no Instinto Viajante, sobre a Ilha Grande, no Rio de Janeiro, e sobre a Ilha Comprida, também em São Paulo.

Hoje vou mostrar todas as dicas de viagem para Ilhabela que ajudarão você a montar o planejamento perfeito!

Dicas de viagem para Ilhabela

seta-instinto-viajante Ilhabela, São Paulo

Ilhabela (sim, escreve junto. “Ilha bela” é um erro), ou Ilha de São Sebastião, é um município-arquipélago emancipado recentemente da cidade de São Sebastião, litoral norte de São Paulo, com cerca de trinta mil habitantes.

Ilhabela é um dos destinos de ecoturismo mais procurados do Brasil, oferecendo uma rica gama de praias, cachoeiras, trilhas e opções de mergulho e esportes náuticos. Também é conhecida como a capital da vela no Brasil, atraindo velejadores de todos os cantos e realizando anualmente a famosa Ilhabela Sailing Week (Semana da Vela da ilha).

Trata-se de um destino de viagem ideal para se divertir em dias de sol, com diversas praias lindas e dezenas de cachoeiras. Nos dias mais frios ou de mal tempo, oferece uma ampla estrutura turística de bares e restaurantes, além de opções culturais, como o Museu Náutico de Ilhabela e sessões de cinema caiçara sobre as histórias de Ilhabela no bar Casa Aberta, no Perequê.

A vida noturna e os festivais acontecem no Centro Histórico da Vila que é bastante animado, sendo recomendado para todas as idades. Normalmente há alguns bares e locais de música ao vivo. Acredito que Ilhabela é um local ideal para toda família, amantes da natureza e viajantes mais jovens.

Ajude o Instinto Viajante a se manter no ar =) Clique aqui e doe quanto quiser. Obrigado!

Leia todo artigo ou escolha o tópico no índice para ir direto ao assunto.

Ilhabela-sp

Cachoeira da Toca, em Ilhabela, São Paulo – Instinto viajante

seta-instinto-viajante Como chegar em Ilhabela

Ilhabela está a 210 quilômetros de São Paulo (capital) e a 440 quilômetros do Rio de Janeiro.

Localização GPS Ilhabela: 23° 48′ 54″ S 45° 22′ 14″ 

→ De carro

Saindo de São Paulo: existem duas opções. Seguindo pelas rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto (SP 070) e Presidente Dutra (BR 116) no sentido norte. Na altura de São José dos Campos, saia para a Rodovia dos Tamoios (SP 099), até Caraguatatuba. Siga pela direita, pela rodovia Rio-Santos (BR 101), sentido sul, até São Sebastião, de onde sai a balsa até a ilha.

Outra opção para quem sai de São Paulo é a rodovia Rio-Santos (BR 101), desde a cidade de São Paulo, e posteriormente pela rodovia Mogi-Bertioga (SP 098), indo no sentido Rio de Janeiro até São Sebastião.

Saindo do Rio de Janeiro: seguir pela rodovia Presidente Dutra até a cidade de São José dos Campos, de onde deverá tomar o acesso para a Rodovia dos Tamoios (SP 99). Outra opção é pela rodovia Rio-Santos (BR 101), apreciando as belezas das praias e paisagens de Paraty, Ubatuba, Caraguatatuba e chegando a São Sebastião, de onde sai a balsa para a ilha.

As balsas até Ilhabela são gratuitas para pedestres e ciclistas, e cobradas para veículos. O tempo médio de travessia é de 15 minutos e as saídas acontecem a cada 30 minutos, das 5h30 às 23h30 – após este horário de uma em uma hora (o serviço pode ser interrompido devido as condições meteorológicas).

Contatos úteis: Dersa (balsa) 0800 7733711 / Departamento de Estradas de Rodagem (DER) (11) 3311-1400 / CCR Nova Dutra (11) 5666-6052 / 0800 017 3536.

→ De ônibus

Saindo de São Paulo: o trajeto é feito pela viação Litorânea, saindo da rodoviária do Tietê até São Sebastião, de onde pega-se a balsa gratuitamente para Ilhabela. Valor: R$ 60,00. Tempo da viagem: 3:35h.

Saindo do Rio de Janeiro: o trajeto é feito pela viação Útil, saindo da rodoviária Novo Rio até São Sebastião, de onde pega-se a balsa gratuitamente para Ilhabela. Valor: R$ 100,00. Tempo da viagem: 7h.

→ De avião

O aeroporto de São José dos Campos é o mais próximo de Ilhabela e a Companhia Aérea Azul faz o maior número de voos. Lá chegando, deve-se tomar um ônibus da rodoviária até São Sebastião, em um percurso de aproximadamente 3 horas e valor R$ 35,00. Outra opção é o Aeroporto de Guarulhos, de onde saem ônibus direto do Terminal para São Sebastião por R$ 50,00, em um percurso de 4 horas.

→ De carona

Para tentar carona até Ilhabela você pode utilizar o grupo Caroneiros Ilhabelano Facebook. Ou usar essas dicas para pedir carona na estrada.

Mapa de Ilhabela

seta-instinto-viajante Média de preços em Ilhabela

Hospedagem low cost, campings e hostel em Ilhabela: dormitórios baratos possuem diárias a partir de R$ 40,00, na baixa temporada, e R$ 50,00, na alta temporada (entre novembro e fevereiro, faça a reserva com antecedência nessa época). Quartos privativos variam entre R$ 60,00 a R$ 70,00 por pessoa para o casal. Os campings custam a partir de R$ 40,00 a diária.

→ Quando estive em Ilhabela, me hospedei no Green Hostel Ilhabela. Veja minha avaliação.

Hotel em Ilhabela: Preço para um quarto duplo simples com café da manhã a partir de R$ 180,00, na baixa temporada, e R$ 250,00, na alta temporada, (entre novembro e fevereiro, faça a reserva com antecedência nessa época). Quarto single médias de R$ 100,00 e R$ 150,00 na baixa e alta temporada, respectivamente.

Custo médio de alimentação em Ilhabela: A ilha possui diversas opções de bares e restaurantes, dos mais baratos aos mais caros. É fácil encontrar café da manhã por R$ 9,00 e refeições por R$ 15,00 o almoço e R$ 20,00 o jantar, em média. Restaurantes nas orlas das praias e no Centro Histórico são mais caros, enquanto compras nos supermercado deixam as despesas com alimentação bem mais baixas.

Custo dos transportes em Ilhabela: os ônibus comuns da ilha custam R$ 3,40 por viagem. Os valores de táxi são: bandeirada: R$ 5,30; quilômetro rodado: R$ 2,90 (bandeira 1) e R$ 3,48 (bandeira 2).

Custo passeios de barcos e jipes em Ilhabela: os passeios mais comuns custam a partir de R$ 80,00, na baixa temporada, e R$ 100,00, na alta temporada.

seta-instinto-viajante Dicas de como economizar em Ilhabela (low cost)

Self-service: os restaurantes self-service, com comidas por quilo, costumam ser mais baratos do que serviços à la carte.

Marmitex: para economizar ainda mais, é possível perguntar pela opção de marmitex (ou marmita, normalmente feita como um prato feito com arroz, feijão, carne e salada) que costumam variar entre R$ 10,00 e R$ 12,00 com uma boa quantidade de comida. É fácil encontrar na maioria dos restaurantes mais simples. Se for vegetariano, peça para substituir a carne por legumes e tente um desconto. Reduzir a quantidade de comida em troca de desconto também é uma negociação que costuma dar certo.

Mercado: Se você estiver hospedado em um albergue com cozinha, é uma boa ideia comprar os ingredientes nos mercados e cozinhar.

seta-instinto-viajante O que fazer em Ilhabela

É possível pegar o mapa com as atrações, trilhas e praias da ilha nos postos de informações turísticas localizados nas proximidades da balsa e no Centro Histórico da Vila de Ilhabela.

Cachoeiras – A ilha possui diversas cachoeiras lindas para visitar, cada uma de um estilo diferente. Há quem diga que existem mais de 360. Das principais, você não pode deixar de conhecer:

  • Cachoeira do Gato
  • Cachoeira da Toca (cobra-se R$ 15,00 pela visitação, mas vale a pena)
  • Cachoeira da Laje
  • Cachoeira do Veloso
  • Cachoeira da Água Branca
  • Cachoeira da Friagem
  • Cachoeira Pancada D’água (também conhecida como Cachoeira dos Três Tombos)

Praias – A ilha também é farta de lindas praias. Dentre elas, as mais bonitas e imperdíveis são:

  • Feiticeira
  • Castelhanos
  • Bonete
  • Curral
  • Jabaquara
  • Sino
  • Praia Grande (não confundir com a praia Grande ao lado de Santos)

Mergulhar – a vida marinha e visibilidade de algumas praias de Ilhabela são incríveis. Não deixe de mergulhar na ilha, pois é possível tanto com snorkel, quanto com cilindro. As melhores praias para prática de mergulho em Ilhabela são:

  • Praia das Pedras Miúdas (também conhecida como Ilha das Cabras)
  • Portinho
  • Julião
  • Fome

O Sandro, do Acquas & Trilhas, é um instrutor bastante gente fina que pode te ajudar, e também há diversas operadoras de mergulho em Ilhabela.

Trilhas e trekking: a ilha paulista também é um prato cheio para mantes de trilhas e trekking. Dentre elas, estão o Pico do Baepi, o Pico de São Sebastião, e as trilhas para a Praia do Bonete e Praia da Fome.

Caminhar e andar de bicicleta: a ilha possui ciclovia em grande parte da orla. Pedalar da balsa até o Centro Histórico da Vila é um bom passeio bonito, divertido e gratuito.

Surfar: na ilha é possível pegar onda sem prancha, de body board, e surfar com pranchas de todos os tipos, inclusive standup paddle (SUP). As praias mais indicadas são: Praia dos Castelhanos e Praia do Bonete.

Vida noturna: além dos bares e restaurantes do Centro Histórico da Vila e das noites com música ao vivo e forró dos bares Estaleiro e Casa Aberta, existem grandes festas no beach club Sea Club e no Hotel DPNY.

Esportes náuticos e de vela – além do surf, a ilha contempla bons ventos para esportes náuticos e de vela. São muitos praticantes de kitesurf, windsurf e velas que dividem ás aguas com os grandes veleiros e jet skis. Os praticantes costumam frequentar a Ponta das Canas e a Praia da Armação dependendo das condições do vento. Quando em vento sul, a pedida é a Praia do Perequê.

Observação de pássaros (birdwatching) – Ilhabela está no circuto brasileiro de observação de aves, o chamado birdwatching. São diversas aves da Mata Atlântica brasileira que podem ser vistas principalmente no caminho para a Praia de Castelhanos, no Parque de Ilhabela.

Museu Náutico – além de contar as interessantes histórias da ilha, seus naufrágios e lendas, o Museu Náutico de Ilhabela possui entrada gratuita e é um excelente passeio para dias de mau tempo.

Passeios de jipe – uma das coisas mais procuradas por turistas são os passeios de jipe, normalmente para ir até a Praia de Castelhanos, imperdível e linda. Alguns passeios combinam terra e mar, com um trajeto de jipe e outro de barco. A Webtur Travels realiza diversos passeios turísticos, venda de passagens, traslados e cruzeiros.

Passeios de barco – outros passeios bastante procurados são os de barco, normalmente para as praias de Jabaquara, Bonete, Fome e as mais afastadas da ilha.

Mirantes – os principais mirantes possuem uma linda vista panorâmica e fácil acesso. São o Mirante do Barreiro, na parte norte da ilha, e o Mirante , na parte sul da ilha.

Atrações históricas – existem algumas construções para os interessados em turismo histórico e cultural em Ilhabela. As principais são a Casa da Princesa Isabel, a Fazenda Barreiros, a Fazenda Siriúba, o Alambique da Cachoeira da Toca, a antiga Usina, o Centro Histórico da Vila, a Igreja Nossa Senhora D´Ajuda e Bom Sucesso e as comunidades caiçaras.

Repelente: costumam exagerar sobre a quantidade de mosquitos borrachudos em Ilhabela. Nas regiões mais centrais não chega a ser absurda a presença deles, o problema maior fica por conta de regiões mais afastadas, como na Praia da Jabaquara em diante, no norte, e de Borrifos em diante, ao sul. A Praia dos Castelhanos também possui alta incidência dos mosquitos. De qualquer forma, é altamente aconselhado levar e utilizar repelente. Jamais use repelente ao entrar em cachoeiras e locais de água doce, isso polui o local.

Valores e dados de junho de 2015

Gostou do artigo? Então ajude o Instinto Viajante a se manter no ar =) Clique aqui e doe quanto quiser. Obrigado!

seta-instinto-viajante Mais dicas de viagem pelo Brasil

Tem mais dicas sobre Ilhabela? Conte para nós nos comentários!

Se esse artigo lhe ajudou pode ajudar outros viajantes, curta e compartilhe =)

Curta Instinto Viajante no Facebook e siga-nos pelo Instagram


« | »

Sobre