Travessia da Juatinga Parte 2: Ponta Negra – Saco Bravo

Saiba todos os detalhes da trilha Praia da Ponta Negra – Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty/RJ

Como fazer a trilha que liga a Praia da Ponta Negra até a Cachoeira do Saco Bravo

Travessia da Juatinga

Como mencionado no artigo Travessia da Juatinga Parte 1: Praia do Sono – Ponta Negra, o Instinto Viajante traz uma série de 4 artigos que irão contar todos os detalhes de como fazer a travessia que vai desde a Praia do Sono até Pouso da Cajaíba, passando por lindas praias como as praias dos Antigos e Antiguinhos, Praia das Galhetas, Ponta Negra, Cairuçu das Pedras e Martim de Sá.

Já mostramos o trajeto Praia do Sono – Ponta Negra e hoje vamos mostrar como ir da Praia da Ponta Negra até a fantástica Cachoeira do Saco Bravo.

Antes de ir, veja aqui como montar um Check-list de viagem que ajuda a arrumar o mochilão para viajarNesta lista há tudo o que é preciso em termos de equipamentos, mantimentos, consumíveis e vestuário.

Outros posts da série:

Ajude-nos a seguir viajando, compartilhando dicas de viagem gratuitamente e mantendo nosso blog livre de propagandas e banners que poluem sua leitura. Clique aqui e doe quanto quiser. Muito obrigado!

Valores e dados de 2015

mapa praia do sono cairucu

Mapa da Área de Proteção Ambiental do Cairuçu, Paraty/RJ. Fonte: Cairucu.org.br

1. Alongamento

É imprescindível alongar o corpo antes e depois de uma trilha. Estes minutos simples podem ser crucias para evitar lesões sérias. Não deixe de alongar. Veja aqui uma lista de alongamentos para trekking.

2. Trilha Praia da Ponta Negra – Cachoeira do Saco Bravo

Para chegar até a Cachoeira do Saco Bravo é preciso chegar antes na Praia da Ponta Negra. Veja como chegar em Ponta Negra de barco ou por trilha, a estrutura do local e o que levar aqui.

Uma vez na Praia da Ponta Negra, você deverá pegar a trilha que inicia no meio da praia. Há um chuveirão de água doce e o caminho está a direita, entre o chuveiro e um bar. Caminhando por ali logo se vê uma placa orientando por onde ir. De qualquer forma, informe-se com moradores antes de ir para o Saco Bravo.

► Como chegar na Cachoeira do Saco Bravo

• Praia da Ponta Negra – Cachoeira do Saco Bravo de barco

Para os que não quiserem ir até a Cachoeira do Saco Bravo por trilha, existe a possibilidade de tomar um barco caiçara na Praia da Ponta Negra. As saídas são combinadas no local, sem horário fixo. Se informe com os moradores locais e combine, o preço deve ficar em torno de R$ 15,00 (em 2015). Porém fique ciente que indo de barco é possível apenas ver a Cachoeira do Saco Bravo, pois seu acesso para banho é apenas por trilha.

placa trilha saco bravo

Placa no início da trilha Ponta Negra – Saco Bravo

• Trilha Praia da Ponta Negra – Cachoeira do Saco Bravo

Distância: 8 KM (ida e volta)

Tempo: 4h (ida e volta em um bom ritmo)

Orientação / Dificuldade: moderada / pesada

Mapa GPS: veja aqui a rota

A trilha Praia da Ponta Negra – Cachoeira do Saco Bravo é pesada, mas saindo pela manhã você poderá ir em um ritmo tranquilo e completá-la com um tempo de até 3 horas. Em um bom ritmo faz-se em 2 horas a ida. A volta é um pouco menos pesada, já que a ida possui muitas subidas. Minha dica é pernoitar em Ponta Negra para dormir bem e poder deixar as coisas enquanto faz a trilha na manhã seguinte.

A trilha é feita por poucas pessoas, mas mesmo assim possui uma boa marcação. A orientação é de nível médio, portanto preste atenção, mas saiba que a chance de se perder não é tão grande. Leve água e algo para comer, já que é um passeio de um dia inteiro praticamente, e no local de interesse não há atividade comercial. Leve uma sacola para recolher seu lixo e nunca deixa nada pelo caminho que não sejam pegadas. Seja consciente e recolha o lixo que encontrar pelo caminho, mesmo que não consiga recolher todos, o mínimo que fizer já será de grande valia.

O início a trilha é meio confuso, por isso é bom se informar com moradores antes de ir. Passando pela placa citada acima, deve-se seguir por um caminho de pedras (foto abaixo) tendo atenção para não pegar a trilha para as casas. Na bifurcação, siga pela direita. Se tiver tomado o caminho errado, você verá uma ponte, daquelas feitas com madeira e cordas, e então deverá voltar.

trilha PN saco bravo

Início da Trilha para o Saco Bravo, caminho de pedra.

Pegando o caminho correto, siga adiante. Após chegar em uma área mais ampla, com um casarão de frente com uma varanda grande, você deverá seguir pela esquerda da casa. Dali em diante já começa a subir, mostrando porque é considerada pesada. Depois de um tempo subindo avista-se outra casa, à esquerda, basta seguir reto. Mais a frente verá uma espécie de pequena ponte primitiva, com dois bambus grossos, siga em frente.

borboleta caminho saco bravo

Borboleta na Trilha Ponta Negra – Saco Bravo

A subida intensa dura pouco mais do que 15 minutos até que fique um pouco mais tranquilo o caminho, alternando subidas e descidas, mas ainda subindo. Um pouco adiante você verá uma pedra grande, onde é possível descansar e admirar, como um mirante, a Praia da Ponta Negra.

mirante ponta negra saco bravo

Pedra para descansar e ter uma linda vista da Praia da Ponta Negra

Após sair do mirante, caminha-se por cerca de meia hora até encontrar uma construção rudimentar (foto). Você está no caminho certo, siga em frente.

casa trilha saco bravo

Construção rudimentar, você está no caminho certo!

Dali já é possível avistar o oceano, portanto tenha calma, já está chegando na Cachoeira do Saco Bravo.

caminho saco bravo

Vista do oceano, siga em frente, você está chegando no Saco Bravo

Alguns minutos depois da vista acima há um ponto de coleta de água potável. Em toda a trilha Ponta Negra – Saco Bravo vi três fontes de água doce. O primeiro não confiei muito, pois por ser logo no início pode haver contaminantes vindo das casas próximas. Este é o segundo, e o terceiro é na chegada a Cachoeira do Saco Bravo.

segundo ponto de coleta de agua saco bravo

Segunda das três fontes de água potável da Trilha Ponta Negra – Saco Bravo

Dessa fonte até a próxima placa do INEA que indica que a Cachoeira do Saco Bravo está próxima são aproximadamente 25 minutos. E mais 20 minutos de caminhada tranquila da placa ao destino final.

Ao chegar é preciso descer pela direita de quem chega (esquerda da foto abaixo), onde há uma corda para auxílio.

pedras saco bravo

Abaixo a descida – não é tão simples, mas não é preciso ter medo.

descida saco bravo

Importante: pelo caminho, nunca ponha a mão em árvores e pedras sem olhar; evite apoiar-se em galhos que podem quebrar, ter bichos e espinhos. Pegar uma madeira no caminho para utilizar como cajado é uma boa opção devido as subidas. Na trilha, evite pisar próximo as pedras grandes que podem conter bichos e cobras escondidos. Evite também as folhas secas no caminho,m pelo mesmo motivo. Em alguns trechos são inevitáveis, então tente cutucar com o cajado antes de passar.

• Cachoeira do Saco Bravo

cachoeira saco bravo

A cachoeira mais fantástica que já vi – Saco Bravo

A cachoeira do Saco Bravo é incrível! E isso não é exagero de blogs de viagens, é um fato. Qualquer esforço na caminhada que você esteja xingando ao chegar lá se esvai. É uma beleza rara que deve ser preservada.

cachoeira do saco bravo paraty brazil

Cachoeira do Saco Bravo, Paraty, RJ, Brasil

A cachoeira está localizada à beira do oceano, com uma piscina natural onde é possível relaxar como em poucos lugares do mundo. A queda em si é uma pequena quantidade de água que escorre pela pedra, possuindo em torno de sete metros. A piscina tem algo em torno de vinte metros de comprimento. Ao chegar, normalmente você estará sozinho ou com pouca companhia, pois são poucos que conhecem ou se aventuram até lá. Isso pode causar um medo de cair na piscina natural, pois parece que você vai escorrer por alguma cratera ou pela quedinha que vai até o mar. Fique calmo e entre tranquilo, pois é seguro. Tente apenas se manter afastado do local onde a onda bate, principalmente em dias de mar agitado (nesses dias pode sim ser perigoso).

Quando fui vi uma menina tirando fotos bem próximo de onde a onda bate constantemente (do lado esquerdo da foto acima) e poucos minutos depois dela ter se retirado uma onda mais forte cobriu toda região que ela estava. Por uma questão de minutos ela não foi levada pela água, portanto tenha cuidado.

cachu saco bravo

Relax

A Cachoeira do Saco Bravo é um local para deitar, meditar, relaxar e esquecer da vida. Ou melhor, lembrar da vida, do quanto ela pode ser boa.

O local, não me canso de repetir, é fantástico! A imensidão do oceano azul claro abraça as rochas com sua beleza e infinitude. A tranquilidade transcende nossa vida nesse mundo, sendo perturbada de tempo e tempo pela força do mar, que confronta a rocha como quem nos lembra que estamos vivos, aqui e agora, e como somos pequenos diante de tamanha perfeição da natureza. 

Quando fui vi alguns poucos plásticos e os retirei, se os ver, faça isso e mantenha o local sempre preservado.

Estrutura/Interesses: no local não há nenhum tipo de atividade comercial e é proibido o camping selvagem (mesmo que fosse permitido não há muitos locais para tal).

Dica: vá pela manhã para poder aproveitar a atração sem o risco de voltar após ao escurecer. O INEA recomenda que a volta seja feita até as 15 horas. Caso tenha dificuldade ou medo de fazer o caminho sozinho (a), converse com moradores locais e contrate um serviço de guia, algo em torno de R$ 15,00 (2015).

Gostou desse artigo? Então ajude-nos a seguir viajando, compartilhando dicas de viagem gratuitamente e mantendo nosso blog livre de propagandas e banners que poluem sua leitura. Clique aqui e doe quanto quiser. Muito obrigado!

Por favor, se possível, use nosso link ou o buscador abaixo para reservar sua hospedagem. Você não paga nada mais por isso e ajuda nosso blog, que recebe uma pequena quantia do Booking.



Booking.com

Obrigado pela visita e boa viagem!

Valores e dados de 2015

Dúvidas? Pergunta aí! Já visitou? Conta pra gente!

Critique e se você gostou curta, comente, marque o amigo e compartilhe!

Volte pela Trilha Praia do Sono – Ponta Negra

Ou siga em frente pela Trilha Ponta Negra – Martim de Sá

Curta Instinto Viajante no Facebook e fique por dentro de mais dicas e do dia a dia de uma viagem sem grana pela América do Sul.

Pelo Instagram do Instinto Viajante curta as fotos mais belas mundo afora.


« | »

Sobre