Travessia da Juatinga Parte 1: Praia do Sono – Ponta Negra

Saiba todos os detalhes da travessia Praia do Sono – Ponta Negra, em Paraty/RJ

Como se preparar e o que levar para o trekking desde a Praia do Sono até Ponta Negra, Paraty/RJ

Reserva Ecológica Estadual da Juatinga

A costa verde do Rio de Janeiro guarda lindas praias de águas azuis como em Ilha Grande e de águas transparentes e esmeraldinas como das praias seguintes à Praia do Sono, além de outras praias da linda Paraty, no Rio de Janeiro, Brasil. São muitas as trilhas que cobrem toda Reserva Ecológica Estadual da Juatinga, cercadas por florestas de Mata Amazônica, em sua maioria com excelente estado de conservação. A região além de possuir praias lindas, conta com cachoeiras imperdíveis, várias delas com suas águas doces desaguando no oceano. Apesar das dificuldades dos dias de hoje, o local também ainda mantém forte a cultura caiçara de um povo que vive de forma simples e quase que exclusivamente do que o mar oferece.

Nesta série de 4 artigos, o Instinto Viajante irá detalhar as trilhas que vão da Praia do Sono até Pouso da Cajaíba, passando por lindos lugares como as praias dos Antigos e Antiguinhos, Praia das Galhetas, Ponta Negra, Cairuçu das Pedras e Martim de Sá, além de diversas cachoeiras, dentre elas a fantástica Cachoeira de Saco Bravo. Acompanhe os roteiros e saiba tudo sobre como chegar, as praias, trilhas, infraestrutura, e outras informações importantes. Saiba também como se preparar para fazer a travessia completa andando ou de barco, o que levar, quantos dias, onde dormir, etc. Tudo detalhado e ilustrado desses mais de 35 KM de trilhas.

Outros posts da série:

Ajude-nos a seguir viajando, compartilhando dicas de viagem gratuitamente e mantendo nosso blog livre de propagandas e banners que poluem sua leitura. Clique aqui e doe quanto quiser. Muito obrigado!

Valores e dados de 2015

1. Equipamentos e onde pegar o mapa gratuito

A lista de equipamentos para a caminhada Praia do Sono – Pouso da Cajaíba você pode montar com ajuda do Check-list de viagem que ajuda a arrumar o mochilão para viajar. Nesta lista há tudo o que é preciso em termos de equipamentos, mantimentos, consumíveis e vestuário.

Pense sempre com muito carinho no peso da mochila ao se preparar para fazer uma caminhada longa. Ao sair de casa pensamos que está tranquilo, mas depois de andar e subir morros durante horas e quilômetros a disposição e facilidade se esvaem.

Outro item crucial nessa travessia é o mapa da região. Este pode ser pego gratuitamente no Centro Histórico de Paraty, no ponto de informações turísticas. Eles também são distribuídos em alguns locais a partir da Praia do Sono, mas nem sempre há disponibilidade. Garanta o seu no centro da cidade por precaução.

mapa praia do sono cairucu

Mapa da Área de Proteção Ambiental do Cairuçu, Paraty/RJ. Fonte: Cairucu.org.br

2. Alongamento

É imprescindível alongar o corpo antes e depois de uma trilha. Estes minutos simples podem ser crucias para evitar lesões sérias. Não deixe de alongar. Veja aqui uma lista de alongamentos para trekking.

3. Trilha Laranjeiras – Praia do Sono – Ponta Negra

► Como chegar em Laranjeiras

• De ônibus e trilha

Para chegar em Laranjeiras de ônibus, deve-se tomar um ônibus da viação Colitur que sai da rodoviária de Paraty. A linha é a 1040 – Paraty x Laranjeiras (consulte aqui os horários) que faz um trajeto de aproximadamente uma hora.

Se você quer seguir de trilha até a Praia do Sono, o ponto a saltar do ônibus é o final. A trilha começa na Vila do Oratório, a direita do ponto de ônibus, em uma subida.

Valor do ônibus: R$ 3,40.

Importante: Na rodoviária há banheiro público gratuito, telefone público, posto de informações, lanchonetes e lan houses nas proximidades. O Centro Histórico fica a uns 20 minutos de caminhada e possui estrutura turística completa e bancos.

• De ônibus e barco

Se for de ônibus e quiser seguir de barco para a Praia do Sono, deve-se pegar o mesmo ônibus citado acima e ficar atento (fale com o motorista), pois deverá saltar no penúltimo ponto, na portaria do condomínio de luxo Laranjeiras – um monumento de segregação que fere a cultura caiçara em um local onde deveria ser proibido esse tipo de construção. Dali há uma van que conduz as pessoas até um píer minúsculo e um barco caiçara leva até a Praia do Sono em um trajeto de cerca de dez minutos. A van já está inclusa no valor do barco e não, você não pode caminhar pelo condomínio, pois é proibido, tendo inclusive tomado uma praia como particular, um absurdo.

Valor do barco Laranjeiras – Praia do Sono: em torno de R$ 25.

• De carro

De carro, deve-se seguir pela rodovia BR101 atento as placas que indicam o caminho para a linda Vila de Trindade. No caminho há uma plaquinha discreta (fique atento) com indicação para a Praia do Sono.

Há estacionamentos nos arredores de Laranjeiras, onde pode-se deixar o carro e optar por seguir para Praia do Sono por trilha ou de barco.

Valor do estacionamento: em torno de R$ 10/dia (em 2013). Outra opção é deixar o carro no centro de Paraty, onde há opções mais baratas ou gratuitas e seguir do Centro Histórico para Laranjeiras de ônibus.



Booking.com

► Como chegar na Praia do Sono

• Trilha Laranjeiras – Praia do Sono

inicio trilha praia do sono

Início da trilha Laranjeiras – Praia do Sono

  • Distância: 3 KM
  • Tempo: 1h (com mochilão em um bom ritmo)
  • Orientação / Dificuldade: fácil / fácil
  • Localização: 23º 20’24’’S / 044º 37’69’’W
  • Trilha no Wikiloc (Autor: Fanibio)

A trilha Laranjeiras – Praia do Sono é fácil, mas o peso que se leva pode ser um fator complicador, portanto pense nisso ao montar sua mochila. Caso seja inevitável levar peso, a dica é algum amigo ir de barco e levar o máximo de coisas que puder (alguns barqueiros cobram por mochilas extras, principalmente em alta temporada).

laranjeiras vila do oratório - praia do sono

Subida na trilha Laranjeiras – Praia do Sono

O início da trilha é de subida, o que faz parecer que a dificuldade é maior, mas passando os primeiros quinze minutos de caminhada, o trajeto começa a suavizar e não torna a ser tão complicado até o final, se dividindo entre pequenas subidas e descidas. Há um ponto de abastecimento de água no caminho, onde também é possível se refrescar.

• Praia do Sono

praia do sono paraty

Praia do Sono, Paraty/RJ, Brasil

A Praia do Sono é um reduto de paz e tranquilidade. Essa calmaria é perceptível logo que se desce da trilha e caminha pelas areias fofas dos primeiros campings. A comunidade caiçara ainda é muito presente e sua população é bem simples e calma. A praia se divide entre areias claras onde os visitantes tomam sol ou praticam esportes de verão, e áreas bastante arborizadas, que tomam um bom pedaço da areia e onde é possível deitar e relaxar, entendendo melhor o porque do nome Praia do Sono. Quer relaxar? Esse é o lugar certo! Obviamente que pode não parecer em alta temporada, pois a Praia do Sono é uma das mais populares desse trajeto, principalmente no réveillon. De qualquer forma, recomendo ao menos uma noite para curtir a Praia do Sono.

Além do mar de águas claras e tom azulado bem clarinho de belas ondas, a Praia do Sono é um ótimo local para praticar slackline, tomar um suco ou cerveja e curtir uma música mais suave ao anoitecer entre amigos.

+ Guia completo Praia do Sono

Estrutura/Interesses: campings, casas de temporada, quartos, bares, restaurantes, vida noturna, slackline, cachoeira, cultura caiçara. A iluminação é através de geradores; há sinal de telefone para algumas operadoras e um telefone público. Os locais não aceitam cartões e não há como sacar, portanto leve dinheiro suficiente para suas necessidades.

Preços: Refrigerantes e cervejas em torno de R$ 5; refrigerantes 2L R$ 10; almoço prato feito em torno de R$ 25 (pergunte se há quentinha, em alguns restaurantes sai mais barato, em torno de R$ 18), ambos os pratos dão pra duas pessoas que não comem muito. Um simples e bom local é o restaurante Beira Mar, em frente a igreja que fica mais ou menos no meio da praia, da dona Eredite.

Camping na Praia do Sono: a maioria dos campings funcionam por ordem de chegada, não fazendo reservas. Mesmo assim não se preocupe, pois devido ao grande número de campings é normal ter vaga mesmo na alta temporada.

Dica: Os campings do início da praia geralmente possuem estruturas mais simples e preços mais baixos. O valor varia de R$ 15 a R$ 25 a diária.

Mais informações:

  • Informações turísticas: (24) 3371.1897 / 3371.1222
  • Associação Cairuçu: (24) 3371-4881
  • Telefone Comunitário da Praia do Sono: (24) 3373-1904

• Poço do Jacaré

poço do jacaré praia do sono

Poço do Jacaré, Praia do Sono. Fonte: Vemconosco.wordpress.com

Bem próximo da Praia do Sono está o Poço do Jacaré, um poção formado por uma área de cachoeiras do córrego da Jamanta, cercado por mata nativa bastante conservada. Para chegar lá basta tomar a trilha que começa próximo da igreja localizada no meio da Praia do Sono e caminhar por uns trinta minutos. O caminho é leve, mas a orientação um pouco confusa, informe-se com algum morador antes de ir.

Localização: 23º 19’36,00’’S / 044º 37’48,70’’W

cachoeira praia do sono

Queda d`água no caminho para o Poço do Jacaré, na Praia do Sono

► Como chegar em Ponta Negra

• Praia do Sono – Ponta Negra de Barco

Para os que não quiserem ir até Ponta Negra de trilha, existe a possibilidade de tomar um barco caiçara na Praia do Sono. As saídas são combinadas no local, sem horário fixo. O tempo de travessia é de cerca de vinte minutos.

Valor do barco Praia do Sono – Ponta Negra: em torno de R$ 25.

• Praia do Sono – Ponta Negra por Trilha

Dica: Faça a trilha sempre pela manhã, assim é possível aproveitar cada praia do caminho sem se preocupar tanto com a chegada da noite. Leve água e alimentos.

Praia do Sono – Praia dos Antigos e Praia dos Antiguinhos (total de trinta minutos caminhando)

inicio da trilha praia do sono antigos

Início da trilha Praia do Sono – Antigos

Vizinhas da Praia do Sono, as praias dos Antigos e Antiguinhos são duas pequenas praias muito bonitas e tranquilas, com areias claras e águas de temperatura hora amenas, hora mornas, assim como todas as praias desta região. Estas, por conta das trilhas, costumam estar mais desertas. Sua natureza ainda é bem preservada, mantendo um aspecto mais selvagem que a Praia do Sono. Em ambas não há atividades comerciais, nem hospedagem e o camping selvagem é proibido, sujeito a fiscalização do INEA.

A trilha para a Praia dos Antigos começa no fim da Praia do Sono. O início da trilha é de subida intensa e a céu aberto (pequeno caminho laranja da foto acima), portanto se programe para fazer pela manhã ou em horários de sol menos intenso. Ainda assim, considere utilizar protetor solar e um boné. Uma blusa ou canga ajuda a proteger a nuca.

mirante praia do sono antigos

Mirante no caminho Praia do Sono – Antigos

O lado bom é que o trecho de subida forte dura uns dez minutos, quando se alcança um lindo mirante de onde se vê toda a Praia do Sono e o Córrego do Sono, além do oceano ao longe. Dali a trilha segue tranquila, por uma área coberta que pode ser vencida com mais quinze minutos de caminhada leve até a Praia dos Antigos, onde uma placa indica a chegada. Lá recomendo curtir um pouco a praia, tomar um banho de mar e relaxar antes de seguir para a Praia dos Antiguinhos, logo ao lado.

Praia dos Antigos, Paraty/RJ, Brasil

Praia dos Antigos, Paraty/RJ, Brasil

Saindo da Praia dos Antigos, deve-se caminhar por um trecho leve de cinco minutos até a Praia dos Antiguinhos, esta parecida com a anterior, mas ainda mais deserta e menor, com grandes rochas para sentar e observar o horizonte. Este caminho possui uma divisão perto do córrego, onde o caminho da direita leva a Antiguinhos e o da esquerda a Ponta Negra.

praia de antiguinhos

Praia dos Antiguinhos, Paraty/RJ, Brasil

Praia dos Antiguinhos – Praia das Galhetas – Ponta Negra

Saindo dos Antiguinhos como quem volta para Antigos, deve-se tomar o caminho da direita, em direção a Ponta Negra. Logo no início do trecho há um ponto de abastecimento de água, beba bastante mesmo que não tenha sede (perde-se muita água pelo suor), recarregue a garrafa e siga adiante.

agua antiguinhos ponta negra praia do sono

Ponto de reabastecimento de água potável na trilha Antiguinhos – Ponta Negra

Após caminhar por cerca de 25 minutos já da pra ouvir um barulho forte de cachoeira e seguindo avista-se uma bifurcação, onde seguindo pela esquerda sobe-se para a Cachoeira das Galhetas. Este é mais um ponto de coleta de água potável. Indo pela direita, logo se alcança uma ponte e o início da Praia das Galhetas.

ponte praia das galhetas

Ponte no caminho para a Praia das Galhetas

A vista da ponte é muito bonita, dividida entre a descida da cachoeira e o oceano, onde as águas se encontram nas pedras. Seguindo pelas pedras mesmo atravessa-se a Praia das Galhetas, uma praia peculiar, quase sem faixa de areia, formada por pedras de diversos tamanhos e tipos.

praia das galhetas paraty

Ponta da Praia das Galhetas, Paraty/RJ, Brasil

Seguindo em frente há um caminho de barro subindo, enquanto se afasta do mar, este é o caminho que leva a Ponta Negra. Após subir um pouco, a trilha começa a descer e já da pra avistar a Praia da Ponta Negra. A chegada, depois de cerca de trinta minutos, é descendo por uma casa com o Bar /Restaurante da Branca anexo, onde trabalham a simpática Branca, sua filha Taína e seu filho Neidi, o “Nei” – sujeito muito divertido. Este local oferece camping no valor de R$ 15/dia, além de refeições, bebidas e café da manhã.

praia da ponta negra paraty

Praia da Ponta Negra vista da trilha

• Ponta Negra

ponta negra paraty rj

Praia da Ponta Negra, Paraty/RJ, Brasil

A Praia da Ponta Negra de apenas 150 metros, tem uma forte raiz caiçara, bem maior que a Praia do Sono. É visível a característica pesqueira do povoado que possui moradores simples e felizes. Daqueles locais de felicidade natural, honesta, pura. Lá ainda prevalece a relação mais pessoal que comercial e é comum conseguir negociar os preços, bem como o pagamento na confiança, a exemplo do camping que nem me foi cobrado, eu quem fui até a responsável e fiz o pagamento dois dias depois de estar hospedado. Um lugar raro nos tempos modernos.

córrego do Caju ponta negra

Córrego do Caju, na Praia da Ponta Negra

Uma curiosidade da Praia da Ponta Negra é o grande córrego que desce da cachoeira por entre as enormes pedras no início da praia, unindo a água doce com a salgada do mar. Este é o Córrego do Caju. Nas proximidades estão algumas piscinas naturais, sendo o Poço do Moisés um dos mais famosos.

A praia é muito bonita e reina a mesma paz das praias desta região. O mar tem cor de esmeralda, onde alguns surfam, outros saem para pescar e as várias crianças se dividem entre um pique, futebol na areia e mergulhos. As aves estão sempre desfilando pela areia ou atentas aos peixes não muito longe da margem.

passaros ponta negra

Pássaros em Ponta Negra

Ponta Negra é cercada por grandes morros cobertos de Mata Atlântica, por isso o esforço nas trilhas para alcançá-la. Mas ao chegar o sentimento é de recompensa. A praia é bem menos badalada que a Praia do Sono. Indico passar ao menos uma noite nesse lugarejo tranquilo e se o fizer deitar sobre a areia ficando boquiaberto com a quantidade de estrelas do céu de Ponta Negra. Simplesmente inenarrável!

Estrutura/Interesses: campings, casas de pescadores que oferecem hospedagem, alguns bares e restaurantes, sossego, cachoeira, trilha para a Cachoeira de Saco Bravo, cultura caiçara. A iluminação é através de geradores; há sinal de telefone para algumas operadoras (em 2015 o telefone comunitário estava com defeito). Os locais não aceitam cartões e não há como sacar, portanto leve dinheiro suficiente para suas necessidades.

Ideia de preços: Refrigerantes e cervejas em torno de R$ 4; cerveja Itaipava de 600 ML R$ 8; pacote de torradas grande R$ 5-6.

Camping em Ponta Negra: há poucos campings na praia, mas devido a procura menor é normal ter vaga mesmo na alta temporada.

Casas de pescadores em Ponta Negra: ao chegar na praia converse com moradores, pois alguns oferecem suas casas para hospedagem. Um contato para aluguel de casa e outras informações é do Teteco (24) 3371-2673, (24) 9956-8822, (24) 9959-7841.

Aluguel de casa na Praia da Ponta Negra

Gostou desse artigo? Então ajude-nos a seguir viajando, compartilhando dicas de viagem gratuitamente e mantendo nosso blog livre de propagandas e banners que poluem sua leitura. Clique aqui e doe quanto quiser. Muito obrigado!

Por favor, se possível, use nosso link ou o buscador abaixo para reservar sua hospedagem. Você não paga nada mais por isso e ajuda nosso blog, que recebe uma pequena quantia do Booking.



Booking.com

Obrigado pela visita e boa viagem!

Valores e dados de 2015

Dúvidas? Pergunta aí!

Critique e se você gostou curta, comente, marque o amigo e compartilhe!

Siga em frente pela Trilha Ponta Negra – Saco Bravo

Curta nossa página no Facebook e siga-nos pelo Instagram


« | »

Sobre