Polarmond, o saco de dormir que vira barraca de camping

image2

Já pensou quão bom seria um saco de dormir que vira barraca de camping? Pois é, a ideia é ótima e já foi pensada!

Depois de comentarmos da inovadora mochila que vira barraca de camping e da garrafa d'água que enche sozinha, que tal um saco de dormi que vira barraca para acampar para completar sua lista inovadora de viagem?

Os viajantes que adoram esportes outdoor e acampar em locais mais remotos e selvagens, junto da natureza, possuem duas coisas a se preocupar: o peso da mochila e o frio noturno. Uma das soluções para dormir é ter um bom saco de dormir que proteja do frio e umidade, mas o acessório mais a barraca de camping provavelmente significarão mais da metade do peso dentro do mochilão. Um problema e tanto para trekking e travessias longas.

A boa notícia é que o avanço tecnológico tem trazido cada vez mais soluções inovadoras para viajantes e amantes de camping e esportes outdoor. Depois da Tentsile, a barraca de camping projetada para armar sobre árvores, e das barracas de camping modulares que se conectam e aumentam seus espaços, chega ao mercado a Polarmond All in One, um saco de dormir que vira barraca de camping.

Polarmond, um saco de dormir que vira barraca de camping

image46
O Polarmond por dentro

Quem está acostumado a fazer trekking e travessias que envolvem muitos pernoites sabe que uma das maiores preocupações são a umidade e frio da madrugada, e o peso do equipamento na mochila. Foi pensando nisso que nasceu a Polarmond All in One, trazendo uma solução que une saco de dormir e barraca de camping, diminuindo o peso do mochilão com eficiência.

O projeto foi criado durante um trabalho de estudantes para o Departamento de Desenho Industrial da Academia Bezalel de Arte e Desenho de Jerusalén coordenado por Tal Gor. A ideia inovadora era criar uma barraca portátil que fosse fácil de transportar e ao mesmo tempo prática na hora de dormir. E daí nasceu a Mochila Melina.

Solução espacial para o saco de dormir que vira barraca de camping

image2
Nova Petrópolis, Rota Romântica, Rio Grande do Sul. Foto: novapetropolis.com.br

Cientistas do Laboratórios Federal da Suíça criaram esse projeto inovador para o Laboratório de Ciência dos Materiais e Tecnologia (EMPA). O projeto utiliza a tecnologia empregada nos equipamentos elaborados para astronautas, ou seja, basicamente a sobreposição de diferentee materiais para alcançar um isolamento térmico perfeito.

O saco de dormir que vira barraca pesa cerca de 1,8 KG e é capaz de resistir até incríveis 30° abaixo de zero (!!!), enquanto o viajante descansa com a própria temperatura do corpo, algo em torno de 25°. Isso acontece devido às várias camadas da barraca com materiais isolantes que criam um sanduíche e envolvem o viajante em uma espécie de túnel com um colchão. O sistema conta com uma camada responsável por manter o calor humano, outra por evitar umidade e uma última capa externa impermeável que protege a barraca de ventos e chuvas. Além disso, há uma abertura para ventilação que evita problemas de condensação, removendo a umidade interna.

Nossas grandes dúvidas em relação a Polarmond All in One

O desenho final ainda será divulgado esse ano na Europa, já que os desenvolvedores pretendem ajustar alguns detalhes finos. O que sentimos falta foi espaço para guardar o mochilão - será que pensaram nisso? Na verdade sim. Seus desenhistas projetaram três tipos de saco de dormir que viram barracas e um deles possui espaço para guardar mochila e equipamentos. A ideia pode ser um excelente pontapé inicial para uma nova tendência do mercado de viagens e esportes ao ar livre. Nossa grande dúvida é: quanto custará o invento? Será um valor acessível para viajantes e mochileiros em geral, ou só mais uma solução dos sonhos que poucos viajantes podem se dar ao luxo de ter?

Interessante, né?

Vimos em La Bio Guia